RÁDIO TROPICAL FM 89,3

https://cantador.app:9160/live

sexta-feira, 15 de janeiro de 2021

Treze cidades do Amapá voltaram a ficar sem energia elétrica

Empresa diz que o problema foi sanado e o fornecimento restabelecido. Um novo apagão elétrico atingiu o Amapá na tarde de quarta-feira (13).

O problema teve origem em um trecho da linha de transmissão pertencente à empresa Linhas de Macapá Transmissora de Energia (LMTE) e afetou as mesmas 13 cidades que, entre outubro e novembro de 2020, passaram 21 dias sem energia elétrica devido a um incêndio em uma subestação energética de Macapá pertencente a LMTE.https://i0.wp.com/agenciabrasil.ebc.com.br/ebc.png?w=840&ssl=1https://i2.wp.com/agenciabrasil.ebc.com.br/ebc.gif?w=840&ssl=1

A empresa concessionária do serviço público informou que o problema foi rapidamente sanado e o fornecimento restabelecido. Em nota, a LMTE classificou o problema na linha de transmissão energética de Laranjal a Macapá como uma “ocorrência externa ao seu controle”.

Sem fornecer detalhes sobre a causa do problema, a empresa se limitou a informar que “tal evento ocorre diariamente no Brasil” e “expõe a fragilidade do sistema de energia do Amapá, que não conta com redundância [de sistemas] devido à questão de planejamento setorial”.

Ainda de acordo com a empresa, não houve danos à subestação de Macapá ou aos três transformadores em funcionamento na capital.

Também em nota, a Companhia de Eletricidade do Amapá (CEA), responsável por distribuir a energia para todo o estado, informou que aguardará por informações do Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS) e que o problema não teve qualquer relação com a distribuição. De acordo com a companhia, o fornecimento começou a ser restabelecido perto das 16h20 (17h20 em Brasília).

Agência Brasil

Reportagem : Willame Policarpo

Em pronta resposta, Militares levam a Manaus 50 toneladas de equipamentos para hospital de campanha

Em mais um exemplo de logística eficiente e comprometimento com o país, As Forças Armadas transportarão 50 toneladas de equipamentos e materiais para a montagem de Hospital de Campanha (HCAMP) em Manaus-AM.

O Ministério da Defesa atende à solicitação do governador do Amazonas, Wilson Miranda Lima, que requereu apoio junto ao Comando Conjunto da Amazônia, um dos dez comandos conjuntos estabelecidos em todo o país pela Operação Covid-19.

Na quarta-feira (13), dois aviões KC-390 Millennium, da Força Aérea Brasileira (FAB), decolaram rumo à Capital do Amazonas.

As aeronaves, com 25 toneladas de carga, saíram do Rio de Janeiro, onde foram carregadas com 20 barracas climatizadas, 20 climatizadores e três geradores, entre outros insumos de saúde para ajuda no combate ao Coronavírus na região.

Na quinta-feira (14), uma aeronave KC-390 decolará de Recife rumo a Manaus com 25 toneladas de materiais para a montagem de Hospital de Campanha (HCAMP). Entre os itens estão: sete barracas, nove ar condicionados, 42 luminárias e dois geradores, entre móveis e equipamentos hospitalares.

 

Reportagem : Willame Policarpo

quinta-feira, 14 de janeiro de 2021

O Prefeito Garante que pagamento de Saúde da Família, Saúde Bucal e outras despesas, referente ao mês de Dezembro esta na conta

Informa que no dia 04/01/2021, fora creditado em conta específica do FMS deste município valor R$ 168.144,74 (cento e sessenta e oito mil cento e quarenta e quatro reais e setenta e quatro centavos) relacionado ao pagamento das equipes de Saúde da Família e Saúde Bucal e outras despesas do mês de dezembro de 2020, desta forma, seguem em anexo as folhas e empenhos do programa Saúde Família e Saúde Bucal do mês supracitado.

Atenciosamente José Plácido Souza de Holanda.


Reportagem : Willame Policarpo

 

terça-feira, 12 de janeiro de 2021

Campanha contra preço da carne bovina toma conta das redes sociais no Maranhão

A campanha intitulada de “# não compre carne, preço abusivo, quem manda no mercado é o consumidor” vem tomando conta das redes sociais, especialmente dos grupos de WhatsApp de várias cidades maranhense.

A campanha tomou força na manhã desta segunda-feira (11), e já foi compartilhada por diversos grupos de WhatsApp na região.

A ideia dos idealizadores da campanha é chamar atenção para o alto preço do quilo da carne bovina na região, considerada abusiva pelos consumidores.

Na prática é difícil saber se terá eficácia a campanha, afinal, existe várias razões para que o preço da carne bovina esteja as alturas, por outro lado, não há duvida, que a mobilização tem a capacidade de chamar atenção não apenas dos consumidores, mais também das autoridades e juntas, posam buscar meios de reduzir o preço desse importante alimento para a população.



Reportagem : Willame Policarpo

Polícia Federal realiza operação de combate a fraude de licitações no MA

Entre os alvos da ação estão Márcio Lobão e Edison Lobão Filho, filhos de Edison Lobão (MDB), ex-ministro de Minas e Energia (2008 a 2014).

A Polícia Federal realiza nesta terça-feira (12) a 79ª Fase da Lava Jato, denominada Operação Vernissage. Entre os alvos da ação estão Márcio Lobão e Edison Lobão Filho, filhos de Edison Lobão (MDB), ex-ministro de Minas e Energia (2008 a 2014).

A operação, que tem apoio do Ministério Público Federal (MPF) e da Receita Federal, apura um esquema de “fraudar o caráter competitivo” de licitações com o pagamento de propina a altos executivos da Petrobras e de outras empresas ligadas a ela, como a Transpetro.

Ao menos 70 policiais federais e 10 auditores da Receita Federal cumprem 11 mandados de Busca e Apreensão em Brasília/DF, São Luís/MA, Angra dos Reis/RJ e em São Paulo (2). Os mandados foram expedidos pela 13ª Vara Federal em Curitiba/PR.

“Suspeita-se que os contratos celebrados pela Transpetro com algumas empresas teriam gerado, entre os anos de 2008 e 2014, o pagamento de mais de R$12 milhões em propinas a este grupo criminoso”, disse a PF, em nota.

Segundo a investigação, após o recebimento da propina eram realizadas “várias operações de lavagem de capitais” para ocultar sua origem ilícita, especialmente, através da aquisição de obras de arte e transações imobiliárias.

“No caso das obras de arte, tais operações consistiam na aquisição de peças de valor expressivo com a realização de pagamento de quantias ‘por fora’, de modo que não ficassem registrados os reais valores das obras negociadas. Neste caso, tanto o comprador, quanto o vendedor emitiam notas fiscais e recibos, mas declaravam à Receita Federal valores flagrantemente menores do que aqueles efetivamente praticados nas transações”, afirmou a PF.

Desdobramento da 65ª da fase

 

De acordo com o MPF, a operação desta terça é um desdobramento da 65ª fase da Lava Jato, realizada em setembro de 2019, para possibilitar o “aprofundamento de investigações sobre possíveis atos de lavagem de dinheiro relacionados a crimes praticados contra a Transpetro entre 2005 e 2014”.

 

Naquela ocasião, a Operação Galeria teve como alvo Márcio Lobão, filho do ex-ministro Edison Lobão. De acordo com o MPF, um escritório de advocacia ligado à família Lobão, no Rio, recebia dinheiro decorrente de pagamentos indevidos.

“Um dos objetivos da operação é a apreensão de mais de cem obras de arte adquiridas por investigado que também já é réu em ação penal na Lava Jato. A apreensão não apenas permitirá que as obras sejam periciadas pelo corpo técnico da Polícia Federal, como garantirá a plena efetividade das penas de perdimento, reparação de danos e pagamento de sanções pecuniárias que eventualmente venha a ser impostas ao réu na ação penal em curso”, disse, também em nota, o MPF.

Reportagem : Willame Policarpo

Petrobras e Cias de Gás reajustam o Gás de cozinha 12 vezes entre Maio/2020 a Janeiro/2021

 


Reportagem : Willame Policarpo

Enfermeira é estuprada por médico policial durante plantão em hospital de São Luís

O médico Allan Xavier Dias, de 35 anos, que também é Capitão da Polícia Militar do Maranhão foi preso na noite de sábado (09) acusado de ter estuprado uma enfermeira dentro do hospital Genésio Rêgo, localizado no bairro da Vila Palmeira, em São Luís.

De acordo com a Delegada Especial da Mulher, Kasumi Tanaka, a enfermeira que não teve o nome revelado ainda muito abalada, procurou a Casa da Mulher Brasileira, ainda na noite do crime para registrar o Boletim de Ocorrência relatando os fatos.

A enfermeira relatou que durante plantão de sábado, estava na sala do Centro de Saúde de descanso quando por volta das 1h da manhã acordou sem a parte debaixo da roupa e com Allan Xavier em cima dela.

A delegada Kazumi disse a imprensa que após o estupro ser consumado a enfermeira contou para uma colega de Plantão e deixou o hospital chorando direto para a delegacia.

Horas depois o médico foi preso em flagrante e conduzido ao presídio do “Manelão”, que fica dentro do Comando-Geral da Polícia Militar do MA.

Testemunhas já foram ouvidas para dar prosseguimento ao inquérito. A vítima e o acusado passaram por exames no Instituto Médico Legal – para confirmação se de fato houve a violência física ou conjunção carnal (introdução do pênis).

O médico policial é lotado no Centro De Formação e Aperfeiçoamento De Praças da Polícia Militar (CFAP).

Reportagem : Willame Policarpo