sexta-feira, 23 de fevereiro de 2018

Polícia Federal prende 17 pessoas em operação contra fraudes no seguro-desemprego no PA e MA.

Sistema antifraude evitou desvio milionário. Os investigados responderão por estelionato qualificado, inserção de dados falsos em sistemas de informações e associação criminosa.




A Polícia Federal prendeu 17 pessoas na manhã desta quinta-feira (22) durante uma operação para combater fraudes no seguro-desemprego no Pará e no Maranhão. No total, foram expedidos 19 mandados de prisão e 27 de busca e apreensão nas cidades de Redenção e Conceição do Araguaia, no Pará, e em São Luís e São José de Ribamar, no Maranhão. Somente no Pará foram 12 as prisões. Duas pessoas continuam foragidas.

O objetivo da operação, batizada de Seguro Fake, é desarticular um grupo criminoso especializado em fraudes no seguro-desemprego. Segundo as investigações, os dois estados apresentam alta incidência desta modalidade de fraude. Há buscas no Ministério do Trabalho em Redenção.

Segundo a PF, os bandidos enganavam trabalhadores de baixa renda dizendo que eles tinham direito a benefícios como seguro-desemprego. Os criminosos pegavam os dados pessoais das vítimas e davam entrada no benefício. Quando a quadrilha sacava o dinheiro, eles ficavam com a maior parte dele. Ainda de acordo com a PF, empresas fantasmas foram criadas para criar vínculos empregatícios fictícios para conseguir dar entrada no seguro.

“Conseguimos através de diligências de campo e todos os meios disponíveis da Polícia Federal em trabalho conjunto com o Ministério do Trabalho e Emprego. Conseguimos identificar milhares de requerimentos de seguro-desemprego fraudulentos inseridos no sistema, por uma parte dessas pessoas que foram presas durante a operação, que são agentes credenciados do Sine e do Ministério do Trabalho e Emprego que burlaram o sistema. Eles inseriram dados falsos e em muitos dos casos disponibilizaram saques fraudulentos desses requerimentos de seguro-desemprego. Muitos casos foram bloqueados pelo sistema do Ministério do Trabalho e Emprego, evitando que o prejuízo ao erário fosse potencializado”, detalhou o delegado Leonardo Almeida, responsável pela operação da PF.

No Pará foram presos um servidor no MTE de Redenção e quatro funcionários da agência do Sine em Conceição do Araguaia. Em São Luís foram presos quatro servidores do Sine.

Equipamentos foram apreendidos nas primeiras horas da operação no Pará. (Foto: Divulgação/ Polícia Federal).


Tentativas de fraude

Em um dia, em apenas 10 minutos, os policiais flagraram 42 tentativas de fraude em uma única agência bancária na cidade de Redenção. Os investigados responderão por estelionato qualificado, inserção de dados falsos em sistemas de informações e associação criminosa, com penas que podem ultrapassar 20 anos de reclusão.

De acordo com os técnicos do Ministério do Trabalho, desde a implantação do sistema antifraude desenvolvido em 2016, o mecanismo  identificou e bloqueou mais de 57 mil tentativas de fraudes no país, conseguindo evitar desvios de aproximadamente R$ 800 milhões para os cofres públicos.

Políciais cumprem mandados de busca e apreensão. (Foto: Divulgação/ Polícia Federal).




REPORTAGEM  WILLAME POLICARPO.

Mídia de Sarney sofre derrota no TRE após divulgação de pesquisa sem registro.




A mídia alinhada a família Sarney sofreu sua primeira derrota na justiça em 2018 após espalhar uma pesquisa sem registro dando como resultado larga vantagem para a ex-governadora Roseana Sarney sobre o governador Flávio Dino, em Santa Inês, nas intenções de votos para as eleições de outubro.

A pesquisa realizada pelo Instituto Nacional de Opinião e Pesquisa (Inop) foi divulgada no início desta semana, período vedado pela Justiça para divulgação de levantamentos sem registro no Tribunal Regional Eleitoral (TRE).

O art. 33, caput e parágrafos, da Lei Geral das Eleições estabelece a obrigatoriedade de registro das pesquisas eleitorais, em até 5 (cinco) dias antes de sua divulgação, sob pena de sujeição dos responsáveis à multa.

A resolução do TSE é clara ao afirmar que a divulgação de pesquisa sem o prévio registro sujeita os responsáveis à multa no valor de R$ 53.205,00 (cinquenta e três mil, duzentos e cinco reais) a R$ 106.410,00 (cento e seis mil, quatrocentos e dez reais).

A Justiça decidiu pela urgente exclusão da pesquisa dos locais em que ela foi divulgada. Em caso de descumprimento, os responsáveis estarão sujeitos ao pagamento de multa diária no valor de R$ 1.000,00.

Os representados, entre eles o blog do Daniel Matos, vinculado ao jornal “O Estado” (GRÁFICA ESCOLAR S/A) e hospedado no site da TELEVISÃO MIRANTE LTDA, além do próprio Inop, têm dois dias para exercer o direito de defesa.


REPORTAGEM  WILLAME POLICARPO.

Que horror! Corpo de bebê é achado na rua e comido por cães em São Bernardo.


Corpo foi achado na rua


O corpo de um bebê recém-nascido foi encontrado na manhã desta quinta feira (22) em uma localidade conhecida como Morro do Capota no bairro Salgado, no município de São Bernardo do Maranhão, distante há 374 Km de São Luís.

De acordo com informações divulgadas por moradores do local, o corpo da criança estava dentro de uma caixa na rua e sendo comido por cães. A cena chocou a população que acionou a Polícia Militar.

O corpo do bebê foi levado para o hospital de São Bernardo de onde foi liberado e está sendo velado por desconhecidos pois nenhum familiar foi encontrado.

A Polícia Civil está à procura da mãe da criança que deve ter abandonado a mesma ao nascer.


REPORTAGEM  WILLAME POLICARPO.

Caminhonete que transportava prefeito de Pedro do Rosário capota e vai parar dentro de açude, em estrada de Viana.




O acidente foi registrado no povoado Bacurizeiro, na cidade de Viana. De acordo com informações preliminares, o prefeito da cidade de Pedro do Rosário, Raimundo Antonio Silva Borges (PR), se encontrava na caminhonete Hilux de cor vermelha, o condutor acabou perdendo o controle do veículo, chegando a capotar e tombar dentro de um açude localizado as margens da estrada do povoado. 

O gestor foi socorrido por populares que presenciaram o ocorrido e apesar do susto, passa bem.


REPORTAGEM  WILLAME POLICARPO.

Operação da PM prende militares suspeitos de integrar milícia que dava segurança a grupo criminoso em São Luís.


Quatro policiais militares e outras sete pessoas são suspeitas de integraram um grupo criminoso com atuação na Região Metropolitana de São Luís.


Os militares foram presos na manhã desta quinta-feira (22), na localidade Arraial, no bairro Quebra Pote, zona rural de São Luís. Armas, bebidas alcoólicas e cigarros foram apreendidos.


A operação, realizada pela própria Polícia Militar, começou a ser desencadeada por volta de 21h de quarta-feira (22), quando foram presos integrantes de uma quadrilha especializada em contrabando, em São Luís.

A operação foi determinada pelo comando da Polícia Militar do Maranhão no intuito de capturar suspeitos que estariam transportando e fazendo segurança de mercadoria contrabandeada, drogas, armas e munições.


Segundo relato da PM, durante o trajeto ao local designado, mais precisamente na principal via de acesso ao local conhecido como Arraial, as guarnições do Batalhão de Choque se depararam com uma S10, cor prata, sem placas, com quatro homens em seu interior.

Os policiais fizeram o cerco e deram ordem para desembarque dos mesmos. Com eles, foram encontradas três pistolas pertencentes à PMMA. 

Ao realizarem a revista no veículos, os policiais encontraram uma caixa com 50 munições ogival .40, 98 munições ponta oca .40, 67 munições ogival .40, 40 munições cal 380, 22 munições cal 44, seis carregadores pistola 840, quatro carregadores de PT100, dois carregadores de pistola Glock, dois Carregadores Ruger .40, um Carregador 24/7, três Carregadores pistola 638 cal 380, seis pistolas (três da PM), um revólver calibre 44, dois rifles 44, granadas, placas de veículo OXZ3434, coletes balísticos, celulares, R$ R$ 1.156,00 e outros materiais.


Os presos foram encaminhados à Superintendia de Combate à Corrupção (Seccor), no bairro do São Francisco, em São Luís. Os nomes das pessoas conduzidas não foram divulgados ainda.

Sabe-se que um dos militares presos é o Major Luciano Farias Rangel, subcomandantes do 21º BPM.


Em nota à imprensa, a Secretaria de Segurança Pública do Maranhão (SSP-MA), diz que será concedida entrevista coletiva à imprensa, às 16h desta quinta-feira (22), onde serão esclarecidas dúvidas sobre essa operação policial, iniciada na noite da última quarta-feira (21), no intuito de capturar elementos que estariam transportando e fazendo segurança de mercadoria contrabandeada, drogas, armas e munições.

A entrevista coletiva será realizada no auditório da SSP-MA, localizado na Avenida dos Franceses, Outeiro da Cruz.





REPORTAGEM  WILLAME POLICARPO.

Aprovada liberação de R$ 83 milhões para municípios do MA; confira valor para cada um.




Com aprovação, texto vai a sanção de presidencial. Projeto define que verba deve ser destinada a investimentos na saúde, educação e em assistência social

O Congresso Nacional aprovou, nessa terça-feira 20, em votação simbólica, projeto de lei que abre crédito especial de R$ 2 bilhões aos ministérios da Saúde, da Educação e do Desenvolvimento Social para auxílio aos municípios brasileiros, em recursos oriundos do Auxílio Financeiro aos Municípios (AFM).

Com a aprovação, o texto vai a sanção presidencial.

Os recursos serão destinados às prefeituras de acordo com os critérios de distribuição já aplicados na divisão do Fundo de Participação dos Municípios (FPM). Desse total, segundo levantamento divulgado pela Confederação Nacional dos Municípios (CNM), as 217 cidades do Maranhão serão beneficiadas com mais de R$ 83 milhões.

A verba foi garantida, ainda no ano passado, durante uma articulação nacional em Brasília que contou com o total engajamento da Federação dos Municípios do Estado do Maranhão (Famem). O presidente da entidade, Cleomar Tema, inclusive, encontra-se na capital federal desde o início desta semana, tratando de interesses dos municípios do estado.

“Estes recursos serão fundamentais para oxigenar as prefeituras e fazer com que as mesmas deem continuidade aos serviços essenciais em favor dos maranhenses. Tratou-se de mais um ganho obtido graças a união dos prefeitos e prefeitas maranhenses, com o apoio de nossos deputados federais e senadores”, destacou Tema.

Abaixo, por ordem alfabética, o valor que será repassado para cada um dos 217 municípios do Maranhão:

Açailândia — R$ 795.681,39
Afonso Cunha — R$ 149.190,26
Água Doce do Maranhão — R$ 198.920,35
Alcântara — R$ 298.380,52
Aldeias Altas — R$ 348.110,61
Altamira do Maranhão — R$ 198.920,35
Alto Alegre do Maranhão — R$ 348.110,61
Alto Alegre do Pindaré — R$ 397.840,70
Alto Parnaíba — R$ 198.920,35
Amapá do Maranhão — R$ 149.190,26
Amarante do Maranhão — R$ 447.570,78
Anajatuba — R$ 348.110,61
Anapurus — R$ 248.650,43
Apicum-Açu — R$ 298.380,52
Araguanã — R$ 248.650,43
Araioses — R$ 497.300,87
Arame — R$ 397.840,70
Arari — R$ 348.110,61
Axixá — R$ 198.920,35
Bacabal — R$ 795.681,39
Bacabeira — R$ 248.650,43
Bacuri — R$ 298.380,52
Bacurituba — R$ 149.190,26
Balsas — R$ 745.951,30
Barão de Grajaú — R$ 298.380,52
Barra do Corda — R$ 696.221,22
Barreirinhas — R$ 596.761,04
Bela Vista do Maranhão — R$ 198.920,35
Belágua — R$ 149.190,26
Benedito Leite — R$ 149.190,26
Bequimão — R$ 298.380,52
Bernardo do Mearim — R$ 149.190,26
Boa Vista do Gurupi — R$ 149.190,26
Bom Jardim — R$ 447.570,78
Bom Jesus das Selvas — R$ 397.840,70
Bom Lugar — R$ 248.650,43
Brejo de Areia — R$ 198.920,35
Brejo — R$ 397.840,70
Buriti Bravo — R$ 298.380,52
Buriti — R$ 348.110,61
Buriticupu — R$ 596.761,04
Buritirana — R$ 248.650,43
Cachoeira Grande — R$ 149.190,26
Cajapió — R$ 198.920,35
Cajari — R$ 298.380,52
Campestre do Maranhão — R$ 248.650,43
Cândido Mendes — R$ 298.380,52
Cantanhede — R$ 298.380,52
Capinzal do Norte — R$ 198.920,35
Carolina — R$ 348.110,61
Carutapera — R$ 298.380,52
Caxias — R$ 1.941.222,83
Cedral — R$ 198.920,35
Central do Maranhão — R$ 149.190,26
Centro do Guilherme — R$ 198.920,35
Centro Novo do Maranhão — R$ 298.380,52
Chapadinha — R$ 646.491,13
Cidelândia — R$ 248.650,43
Codó — R$ 845.411,48
Coelho Neto — R$ 497.300,87
Colinas — R$ 447.570,78
Conceição do Lago-Açu — R$ 248.650,43
Coroatá — R$ 596.761,04
Cururupu — R$ 397.840,70
Davinópolis — R$ 198.920,35
Dom Pedro — R$ 298.380,52
Duque Bacelar — R$ 198.920,35
Esperantinópolis — R$ 248.650,43
Estreito — R$ 447.570,78
Feira Nova do Maranhão — R$ 149.190,26
Fernando Falcão — R$ 198.920,35
Formosa da Serra Negra — R$ 298.380,52
Fortaleza dos Nogueiras — R$ 198.920,35
Fortuna — R$ 248.650,43
Godofredo Viana — R$ 198.920,35
Gonçalves Dias — R$ 298.380,52
Governador Archer — R$ 198.920,35
Governador Edison Lobão — R$ 298.380,52
Governador Eugênio Barros — R$ 248.650,43
Governador Luiz Rocha — R$ 149.190,26
Governador Newton Bello — R$ 149.190,26
Governador Nunes Freire — R$ 348.110,61
Graça Aranha — R$ 149.190,26
Grajaú — R$ 596.761,04
Guimarães — R$ 198.920,35
Humberto de Campos — R$ 348.110,61
Icatu — R$ 348.110,61
Igarapé do Meio — R$ 248.650,43
Igarapé Grande — R$ 198.920,35
Imperatriz — R$ 1.941.222,83
Itaipava do Grajaú — R$ 248.650,43
Itapecuru Mirim — R$ 596.761,04
Itinga do Maranhão — R$ 348.110,61
Jatobá — R$ 149.190,26
Jenipapo dos Vieiras — R$ 248.650,43
João Lisboa — R$ 298.380,52
Joselândia — R$ 248.650,43
Junco do Maranhão — R$ 149.190,26
Lago da Pedra — R$ 497.300,87
Lago do Junco — R$ 198.920,35
Lago dos Rodrigues — R$ 149.190,26
Lago Verde — R$ 248.650,43
Lagoa do Mato — R$ 198.920,35
Lagoa Grande do Maranhão — R$ 198.920,35
Lajeado Novo — R$ 149.190,26
Lima Campos — R$ 198.920,35
Loreto — R$ 198.920,35
Luís Domingues — R$ 149.190,26
Magalhães de Almeida — R$ 298.380,52
Maracaçumé — R$ 298.380,52
Marajá do Sena — R$ 149.190,26
Maranhãozinho — R$ 248.650,43
Mata Roma — R$ 248.650,43
Matinha — R$ 298.380,52
Matões do Norte — R$ 248.650,43
Matões — R$ 397.840,70
Milagres do Maranhão — R$ 149.190,26
Mirador — R$ 298.380,52
Miranda do Norte — R$ 348.110,61
Mirinzal — R$ 248.650,43
Monção — R$ 397.840,70
Montes Altos — R$ 149.190,26
Morros — R$ 298.380,52
Nina Rodrigues — R$ 248.650,43
Nova Colinas — R$ 149.190,26
Nova Iorque — R$ 149.190,26
Nova Olinda do Maranhão — R$ 298.380,52
Olho d'Água das Cunhãs — R$ 298.380,52
Olinda Nova do Maranhão — R$ 248.650,43
Paço do Lumiar — R$ 845.411,48
Palmeirândia — R$ 298.380,52
Paraibano — R$ 298.380,52
Parnarama — R$ 397.840,70
Passagem Franca — R$ 298.380,52
Pastos Bons — R$ 298.380,52
Paulino Neves — R$ 248.650,43
Paulo Ramos — R$ 298.380,52
Pedreiras — R$ 447.570,78
Pedro do Rosário — R$ 348.110,61
Penalva — R$ 447.570,78
Peri Mirim — R$ 248.650,43
Peritoró — R$ 298.380,52
Pindaré-Mirim — R$ 397.840,70
Pinheiro — R$ 696.221,22
Pio XII — R$ 298.380,52
Pirapemas — R$ 298.380,52
Poção de Pedras — R$ 298.380,52
Porto Franco — R$ 298.380,52
Porto Rico do Maranhão — R$ 149.190,26
Presidente Dutra — R$ 497.300,87
Presidente Juscelino — R$ 198.920,35
Presidente Médici — R$ 149.190,26
Presidente Sarney — R$ 298.380,52
Presidente Vargas — R$ 198.920,35
Primeira Cruz — R$ 248.650,43
Raposa — R$ 348.110,61
Riachão — R$ 298.380,52
Ribamar Fiquene — R$ 149.190,26
Rosário — R$ 447.570,78
Sambaíba — R$ 149.190,26
Santa Filomena do Maranhão — R$ 149.190,26
Santa Helena — R$ 447.570,78
Santa Inês — R$ 696.221,22
Santa Luzia do Paruá — R$ 348.110,61
Santa Luzia — R$ 646.491,13
Santa Quitéria do Maranhão — R$ 348.110,61
Santa Rita — R$ 397.840,70
Santana do Maranhão — R$ 198.920,35
Santo Amaro do Maranhão — R$ 248.650,43
Santo Antônio dos Lopes — R$ 248.650,43
São Benedito do Rio Preto — R$ 298.380,52
São Bento — R$ 497.300,87
São Bernardo — R$ 348.110,61
São Domingos do Azeitão — R$ 149.190,26
São Domingos do Maranhão — R$ 397.840,70
São Félix de Balsas — R$ 149.190,26
São Francisco do Brejão — R$ 198.920,35
São Francisco do Maranhão — R$ 198.920,35
São João Batista — R$ 298.380,52
São João do Carú — R$ 248.650,43
São João do Paraíso — R$ 198.920,35
São João do Sóter — R$ 298.380,52
São João dos Patos — R$ 348.110,61
São José de Ribamar — R$ 1.941.222,83
São José dos Basílios — R$ 149.190,26
São Luís Gonzaga do Maranhão — R$ 298.380,52
São Luís — R$ 10.738.831,62
São Mateus do Maranhão — R$ 447.570,78
São Pedro da Água Branca — R$ 198.920,35
São Pedro dos Crentes — R$ 149.190,26
São Raimundo das Mangabeiras — R$ 298.380,52
São Raimundo do Doca Bezerra — R$ 149.190,26
São Roberto — R$ 149.190,26
São Vicente Ferrer — R$ 298.380,52
Satubinha — R$ 248.650,43
Senador Alexandre Costa — R$ 198.920,35
Senador La Rocque — R$ 248.650,43
Serrano do Maranhão — R$ 198.920,35
Sítio Novo — R$ 298.380,52
Sucupira do Norte — R$ 198.920,35
Sucupira do Riachão — R$ 149.190,26
Tasso Fragoso — R$ 149.190,26
Timbiras — R$ 348.110,61
Timon — R$ 1.941.222,83
Trizidela do Vale — R$ 298.380,52
Tufilândia — R$ 149.190,26
Tuntum — R$ 447.570,78
Turiaçu — R$ 397.840,70
Turilândia — R$ 348.110,61
Tutóia — R$ 547.030,96
Urbano Santos — R$ 397.840,70
Vargem Grande — R$ 547.030,96
Viana — R$ 547.030,96
Vila Nova dos Martírios — R$ 198.920,35
Vitória do Mearim — R$ 397.840,70
Vitorino Freire — R$ 397.840,70
Zé Doca — R$ 497.300,87



REPORTAGEM  WILLAME POLICARPO.