terça-feira, 22 de dezembro de 2015

Paciente denuncia abuso dentro do Hospital de Coroatá; marido furioso quebra porta do órgão.

foto 1 (1)
Um caso grave de abuso à pacientes foi registrado nesta  Segunda-Feira, 21, no Hospital Macrorregional de Coroatá. Uma professora que reside na cidade quebrou uma das pernas e recorreu ao hospital em busca de atendimento médico, mas ao ser atendida passou a ser tratada de forma abusiva pelo servidor que lhe atendeu.
A paciente revelou que foi acariciada e assediada pelo funcionário e ao chegar em casa ela contou o ocorrido ao seu esposo, um mecânico conhecido na cidade por Mata Rato.
O marido da vítima, revoltado com a situação procurou a direção do hospital e comunicou o ocorrido que não tomou nenhuma providência e nada fez para resolver o descaso.  Na manhã de hoje, o marido da professora foi até o hospital e quebrou a porta de vidro da entrada principal do hospital, e logo após o proprio foi até a delegacia registrar um Boletim de Ocorrência.
Durante depoimento, a professora revelou que o atendente acariciava seu corpo no momento em que lhe medicava.
A desordem no hospital e falta de atitude da direção revoltou o casal, o que levou o esposo da vítima quebrar a porta do órgão.
Ontem a noite, vários pacientes foram vítimas da falta de segurança no local. Pacientes que estavam dormindo tiveram seus aparelho celular subtraído após um arrastão ocorrido dentro do hospital.



foto 2


reportagem. Willame Policarpo

Nenhum comentário:

Postar um comentário