sábado, 9 de janeiro de 2016

O Maranhão tem a pior safra de prefeitos de todos os tempos.

A começar pela capital, o Maranhão tem a pior safra de prefeitos de todo o país e dos últimos tempos. A maioria formada por aventureiros que embarcou nas cidades e logo virou candidato com cara de salvador da pátria. Boa parte médicos, que deixaram seus plantões para salvar vidas só pensando em ficar ricos.
reais-dinheiro-money
É raro um prefeito que vai deixar o cargo no final deste ano por não concorrer mais à reeleição ou os que querem renovar o mandato que não tenha um belo apartamento na Península da Ponta da Areia, garagens cheias de carrões importados, filhos e filhas estudando Medicina no Ceuma, pagando absurdos com os recursos públicos, mulheres torrando dinheiro nas boutiques de grifes mais caras, ostentam fazendas e mais fazendas e outros até já compraram aviões.
Os órgãos de controle (TCU,CGU,MP,TCE) estão mais rigorosos, é verdade. A Justiça Federal não alisa e nem protege a ninguém e nem a Polícia Federal tem dado moleza.
Mas ainda assim no Maranhão boa parte dos prefeitos já se acostumou com a cadeia. Não temem mais nada. Nem o céu é o limite para coibir suas roubalheiras.
Muitos que estão se preparando para entrar na disputa já vão chegar devendo um ano do que a prefeitura arrecada de transferências constitucionais. Eles tomam dinheiro emprestado e negociam com as finanças pública. Aí entra a figura do agiota que só aposta em troca do poder de mando dos cofres, no controle da distribuição de medicamentos e equipamentos hospitalares e na merenda escolar.
Assim tem sido nos últimos anos no Maranhão. Já tivemos, é bem verdade, muitas safras de desonestos, mas igual ao período atual não se compara. Mas como em todo regra existe a exceção, alguns poucos são idealistas e não misturam o público com o privado.


fonte. blog Luis Cardoso
reportagem. Willame Policarpo

Nenhum comentário:

Postar um comentário