sexta-feira, 12 de fevereiro de 2016

Aeronáutica, Marinha e GTA buscam, mas não acham pilotos e nem avião no Maranhão.


Desde Quinta-Feira (11),  que as buscas se intensificam para tentar localizar o ultraleve que saiu de Arari às 16h10 e vinha para São Luís no dia 9 deste e vinha com os pilotos e advogados José Vale e Júlio César de Moraes.
A torre do aeroporto Cunha Machado informou que perdeu o contato com a aeronave desde às 16h30, quando chovia bastante na rota do avião.
 
Nesta Quinta-Feira (11), um grupo de Salvamento Aéreo e Resgate, de Belém do Pará, localizou parte do estabilizador de pouso do ultraleve nas proximidades da Estiva, mas não foi possível encontrar os pilotos e o avião.
Sexta-Feira (12) pela manhã e a tarde as buscam foram retomadas com o auxílio da Aeronáutica, Marinha e GTA. São 50 homens envolvidos na operação, tendo até mergulhadores de mares profundos, além de equipes terrestres que fazem os trabalhos nas áreas dos manguezais do Campo de Periz.
Até o momento, às 15h, nenhum sinal do avião ou dos pilotos. Veja abaixo o momento em que o ultraleve decola de Arari para são Luís:



reportagem. Willame Policarpo

Nenhum comentário:

Postar um comentário