sexta-feira, 19 de fevereiro de 2016

Bomba! Bate boca entre líder da oposição e vereador da base aliada quase termina em briga em sessão da câmara de Santa Luzia do Paruá!

Como já era esperado para este ano de 2016, o clima político começar tomar um rumo mais aguerrido também nas relações entre os membros do edil santa luziense!

No caso mais recente, em sessão desta sexta-feira (19), na câmara de vereadores, populares assistiram um verdadeiro bate boca entre dois dos membros da casa, o Airton Alencar (líder da oposição) e o vereador Carlos Alberto (da base aliada à prefeita Eunice).

A razão para o embate dos discursos inflamados que levaram muitos dos populares na galeria a constituir um registro em seus dispositivos móveis, deu-se em torno da votação do Projeto de Lei 02/2016-GP (aprovado pela maioria) que criou o cargo de Gestor de Investimentos Financeiros na estrutura administrativa do Instituto SantaPrev.

O “stopim” para o “arranca rabo” entre os dois parlamentares aconteceu quando o vereador Carlos Alberto cometeu a audácia de citar a mãe do vereador com o intuito de insinuar a responsabilização pela estagnação em que a entidade se encontra atualmente.

O vereador Airton bateu na mesa com força por três vezes, entrou no discurso de seu oponente e avançou na direção dele, logo sendo segurado por outros de seus pares.

Em um daqueles que já foi um dos melhores discursos já feitos pelo vereador Airton, o mesmo defendeu a ilibada conduta de seus familiares e chegou a colocar o seu mandato à disposição caso alguém na casa pudesse provar a existência de alguma mancha de desonestidade por parte dos seus.

Quanto ao Carlos Alberto, nosso blog o entrevistou e o mesmo justificou a necessidade da existência do cargo para legitimar a relação da entidade com outras instituições públicas, dando como exemplo o Ministério da Previdência. Sobre este mesmo ponto explicou o vereador Airton, que a criação do cargo não é exigência contemplada em lei vigente no município, pois de acordo com seu entendimento, o artigo 31 do estatuto do SantaPrev diz ser função da Diretoria Financeira (que já existe) a de coordenar as atividades relacionadas com a gestão das finanças.

A pesar dos momentos de descontrole, o presidente da câmara, o vereador Marcos Vasconcelos (DEM) não anulou a sessão para que o projeto de fato fosse votado e aprovado.
Um dos momentos mais significativos da fala do vereador Airton, foi certamente os 30 segundos “gloriosos” para oposição, em que mesmo obrigou todos da base aliada a ouvir calmamente sua opinião sobre a atual gestão. Disse o mesmo pausadamente, “Governo corrupto, governo corrupto, corrupto,...”

Acompanhe o video click aquí


REPORTAGEM:WILLAME POLICARPO

FONTE:BLOG DO LUIS MAGNO ALENCAR

Nenhum comentário:

Postar um comentário