segunda-feira, 29 de fevereiro de 2016

Justiça nega duas liminares para retorno de Ribamar Alves à prefeitura de Santa Inês

A desembargadora Cleonice Freitas negou, nesta segunda-feira (29), o novo pedido do prefeito afastado de Santa Inês, Ribamar Alves, para voltar ao cargo. A defesa de Alves pedia a suspensão da liminar do juiz da 1ª Vara de Santa Inês, Alessandro Figueiredo, que o afastou do cargo de prefeito no dia 17 deste mês.
A liminar determinou a posse do vice-prefeito, Ednaldo Alves de Lima, considerando que Santa Inês encontrava-se sem administração em razão da prisão de Ribamar Alves no dia 29 de janeiro, sob suspeita do crime de estupro de uma jovem adventista de 18 anos.
O prefeito afastado ajuizou Mandado de Segurança no TJMA, pedindo a suspensão da decisão e defendendo sua nulidade, pois teria desrespeitado princípios do contraditório, ampla defesa e o devido processo legal.
No domingo (28), o desembargador Ricardo Duailibe também negou o retorno de Ribamar Alves ao posto. Com as duas decisões, o prefeito Ednaldo Dino continua à frente da prefeitura.

REPORTAGEM:WILLAME POLICARPO

Nenhum comentário:

Postar um comentário