sexta-feira, 22 de abril de 2016

Deputado do PCdoB nega acusações, mas não explica sobre direcionamento de obra.

O deputado estadual Marco Aurélio (PCdoB), negou as acusações de que esteriam direcionado obra para benefício eleitoreiro.
De acordo com o parlamentar, o áudio não passa de uma jogada política e eleitoral, embora ele diga no referido diálogo que servirá para uso político a execução rápida da obra. Abaixo a nota:
Nota Pública
Sobre o áudio divulgado para atacar meu trabalho a favor de Imperatriz, quero logo afirmar que:
1- É uma gravação manipulada, clandestina e de má fé.
2- Não há nessa gravação qualquer citação de favorecimento ilícito ao
mandato que exerço.
3- Minha intervenção nesse projeto teve dois objetivos: economizar recursos públicos, e fazer a obra da praça o mais rápido possível. Nem mesmo essa gravação criminosa nega esses fatos.
4 – Essa suposta “denúncia” não passa de uma jogada política e eleitoral.
Tem gente que hora está de um lado, hora de outro. O meu sempre foi e sempre será um só.
5. Seguirei de cabeça erguida e manterei meu trabalho em prol do nosso povo, pois é meu dever e obrigação atender aos anseios da nossa população, trazendo obras e ajudando a desenvolver a nossa cidade e região.



reportagem. Willame Policarpo

Nenhum comentário:

Postar um comentário