quarta-feira, 18 de maio de 2016

Educação de Santa Luzia do Paruá paralisa mais uma vez por falta de reajuste salarial.


Professores Santa-Luziense paralisam mais uma vez as aulas por falta de diálogo com a gestão municipal no que diz respeito a reajuste salarial concedido pelo governo federal.

Parece que a administração pública de Santa Luzia do Paruá, não tem nenhuma preocupação com a educação do município. Há quase três anos e meio desta gestão, o que ser ver por parte dos docentes, é uma verdadeira frustação e decepção na hora de negociar o aumento do piso salarial repassado pelo governo federal.
Nesses três anos e meio de governo da então prefeita Eunice Damasceno, todo o percentual repassado não chega ao equivalente ao de um reajuste anual, vejamos os números:  em 2013 o reajuste federal foi de 07, 97 % foi dado 03 %, em 2014 o reajuste foi 08,32% não foi dado nada, 2015 o reajuste foi 13,01 foi dado 08% e em 2016 11,36%, e até agora nenhum aumento.

Se for observado todos esses aumentos dado até hoje, o professorado de Santa Luzia do Paruá teve uma perca salarial drástica, onde juntamente com a crise perdeu poder de compra.

Neste ano as negociações já se arrastão desde o mês de março, onde não tiveram por parte da administração nenhuma resposta convincente quanto esse aumento.

O que fora oferecido pela gestão na primeira paralização deste ano, foi somente um vergonhoso e vexatório 03 %. A classe não aceitou a proposta, e resolveu decretar greve geral por tempo indeterminado.


reportagem. Willame Policarpo

Nenhum comentário:

Postar um comentário