sexta-feira, 20 de maio de 2016

ÍNDICE DE INFESTAÇÃO DO AEDES PREOCUPA POPULAÇÃO DE CODÓ, MA

Núcleo de endemias diz que a população de Codó anda se descuidando.
Assessoria de endemias já planeja ações para minimizar os casos.



Um levantamento feito pelo Núcleo de Endemias de Codó, a 290 km de São Luís, mostra que o índice de infestação do Mosquito Aedes aegypti aumentou no município e tem sido motivo de preocupação para as autoridades de saúde.
De acordo com o levantamento de infestação predial do Mosquito Aedes aegypti, o bairro São Francisco teve o maior índice de aumento de focos do mosquito ficando na casa de 1,8% dos prédios visitados. Outros bairros também estão com índices altos. São eles: Santa Luzia com índice de 1,6%, e o Santa Terezinha com 0,7%.
A Assessoria de Endemias do município está planejando ações para impedir que casos da doença comecem a lotar os hospitais e postos de saúde de Codó. Foi o que explicou Francisco Santos.
“Se for necessário a gente vai trabalhar com sistemas de mutirão colocando todo mundo deste bairro para que faça uma limpeza. Em seguida, se for necessário, a gente faz pelo menos um ciclo de nebulização para eliminação da população de adultos, e o resto a gente recomenda para que o agente da área tenha cuidado para fazer as inspeções como manda o programa e não permitir de forma alguma que esse mosquito venha se proliferar”, explicou.
Bairro São Francisco  teve o maior índice no número de focos do Mosquito Aedes aegypti  em Codó (Foto: Reprodução/TV Mirante)Bairro São Francisco teve o maior nº de focos do
Aedes em Codó.
O assessor também garantiu que a situação ainda é de baixo risco porque o índice geral ficou em 0,2% e para evitar qualquer adversidade, já providenciou a autorização da passagem de um carro fumacê em vários bairros da cidade.
“Quando há, realmente, uma população de mosquito acima do normal e haja evidência ou ocorrência de casos suspeitos de Zica Vírus, Dengue ou Chikungunya, aí a gente trabalha, programa um, dois, ate três ciclos, se for necessário, de controle vetorial para que tenha um resultado satisfatório das nossas ações”, finalizou o assessor.
reportagem. Willame Policarpo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário