quarta-feira, 11 de maio de 2016

MANIFESTANTES CONTRA IMPEACHMENT BLOQUEIAM AVENIDA EM SÃO LUÍS

Com interdição, trânsito ficou congestionado na região central da cidade.
‘Dia Nacional de Paralisações e Mobilização’ tem apoio da CUT no MA.

Em São Luís (MA), cerca de 30 manifestantes participam do ato (Foto: Danilo Quixaba)

Manifestantes contra o processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff (PT) realizaram ato na avenida Beira-Mar, região central de São Luís (MA) na manhã desta terça-feira (10). A manifestação foi convocada pela Frente Brasil Popular e Povo Sem Medo, com apoio da Central Única dos Trabalhadores (CUT) do Maranhão, no ‘Dia Nacional de Paralisações e Mobilização’.
Manifestantes bloqueiam trânsito na avenida Beira-Mar, em São Luís (MA) (Foto: Danilo Quixaba)Manifestantes bloqueiam trânsito na avenida
Beira-Mar, em São Luís (Foto: Danilo Quixaba)
Cerca de 60 manifestantes, segundo os organizadores, bloquearam o trânsito parcialmente, em intervalos de 10 minutos, na avenida Beira-Mar, trecho próximo ao Mercado do Peixe. Com a interdição, o trânsito ficou congestionado nas avenidas Senador Vitorino Freite, rua do Egito e em outras vias de acesso à avenida Beira-Mar. A Polícia Militar do Maranhão (PM-MA) não divulgou números de manifestantes.
O ato, marcado pelas redes sociais, tem como objetivo ‘barrar’ o que consideram ‘golpe contra o povo brasileiro’. “Esse protesto é nacional, que hoje defende o direito dos trabalhadores”, disse a presidente da CUT-MA, Adriana Oliveira.
A presidente da CUT-MA comentou a medida tomada na madrugada pelo presidente em exercício da Câmara dos Deputados e aliado político, deputado Waldir Maranhão (PP-MA), de revogar a própria decisão que proferiu ao tentar anular a sessão da Câmara que aprovou a abertura do processo.
 “Ele deu um choque na população brasileira, inclusive nos ditos ‘elite brasileira’, nos ditos ‘golpistas’ brasileiros, porque nem eles esperavam que ele fosse editar uma medida daquelas tentando anular [o processo de impeachment na Câmara dos Deputados]. Depois, ele voltou atrás. Uma coisa é certa: eles tiveram que pensar o que eles estão fazendo com o Brasil”, completa.
O protesto terminou por volta das 10h. Equipes da PM-MA e Guarda Municipal acompanharam o movimento.

reportagem. Willame Policarpo

Nenhum comentário:

Postar um comentário