terça-feira, 24 de maio de 2016

MANIFESTANTES MANTÊM OCUPAÇÃO AO PRÉDIO DO IPHAN EM SÃO LUÍS, MA

Ocupação ocorreu no início da tarde desta quarta-feira (18), na capital.
Manifestantes pedem melhorias nas políticas públicas culturais.

Manifestantes mantêm ocupação ao prédio do Iphan em São Luís (Foto: Danilo Quixaba)

Um grupo de artistas e intelectuais permanece ocupando a sede do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), na Rua do Giz, em São Luís. O instituto começou a ser ocupado na tarde da quarta-feira , em forma de protesto após decisão do presidente em exercício, Michel Temer (PMDB), de extinguir o Ministério da Cultura.
Sobre o ato de ocupação, a conselheira nacional de cultura pelo patrimônio material, Alessandra Pajama, contou que o real objetivo é combater o retrocesso nas políticas culturais e que uma nova reunião será feita com a diretoria nacional para saber se mantêm ou não a ocupação.
“Aqui é um trabalho de resistência na verdade. O que a gente quer é chamar a atenção para que a gente consiga avançar no debate, principalmente na política pública de cultura como um todo. Temos críticas sérias da Lei Rouanet, mas mesmo diante das críticas é importante resguardar os pontos que conquistamos ao longo do tempo" explicou.
Nota da liderança do movimento de ocupação afixada em frente ao prédio do Iphan (Foto: Danilo Quixaba)Nota da liderança do movimento de ocupação afixada em frente ao prédio do Iphan.
Mesmo após a determinação de Michel Temer, que confirmou a reabertura do Ministério da Cultura, a Frente Nacional de Teatro afirmou que a ocupação vai continuar. Na manhã desta segunda-feira (23), os manifestantes vão realizar uma plenária para discutir pontos de reivindicação e manutenção da ocupação.
Até o momento, a manifestação se mantém pacífica. O movimento conta com uma vasta programação cultural com apresentações musicais, filmes, poesia e mesas redondas.


reportagem. Willame Policarpo

Nenhum comentário:

Postar um comentário