segunda-feira, 27 de junho de 2016

ALUNOS INDÍGENAS ESTUDAM SENTADOS NO CHÃO


O governador Flávio Dino precisa olhar com mais atenção a situação de desconforto que vivem dezenas de alunos da única escola indígena na aldeia Abraão, no município de Arame. Além da falta de merenda e transporte escolar, a humilhação de ficar  sentados no chão por falta de carteira, como mostra as imagens abaixo e o vídeo no final.

IMG-20160626-WA0050
O secretário da Seduc, Felipe Camarão, que vai tentar a carreira política, não tem a coragem suficiente para levantar o traseiro do seu gabinete luxuoso e conhecer a realidade cruel que passam os alunos nas nações indígenas.
IMG-20160626-WA0052
Escolas como a da aldeia Abraão, em Arame, não passam por reformas e, por isso, estão caindo os pedaços, em estado de completo abandono.
IMG-20160626-WA0048
Enquanto o leitor vai se deparando com imagens do desprezo, a Seduc vai pagando cifras milionárias para manter contratos suspeitos de prestação de serviço de transportes escolar que não chegam até aos alunos.
IMG-20160626-WA0051
IMG-20160626-WA0049
reportagem. Willame Policarpo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário