quinta-feira, 2 de junho de 2016

BEBÊ É RAPTADO DA MATERNIDADE MARLY SARNEY, EM SÃO LUÍS

Em ação rápida, PM-MA deteve suspeita e recuperou o bebê.
À polícia, ela recusou-se a falar e estava sem documentos.

Rapto de bebê aconteceu na Maternidade Marly Sarney, em São Luís (MA) (Foto: Flora Dolores/O Estado/Arquivo)

Um bebê foi raptado na manhã desta quinta-feira (2) da Maternidade Marly Sarney, no bairro da Cohab, em São Luís (MA). A informação foi confirmada por uma equipe da Polícia Militar do Maranhão (PM-MA), que foi acionada e esteve no local. Minutos depois de confirmado, a suspeita foi detida e o bebê recuperado.
  •  
Suspeita foi identificada como Mariluce dos Santos Pinheiro (Foto: Domingos Ribeiro/Mirante AM)Suspeita foi identificada como Mariluce dos Santos
Pinheiro 
De acordo com testemunhas, a suspeita é uma mulher que entrou na unidade para acompanhar uma paciente, e saiu levando o bebê da mãe, que já tinha recebido alta hospitalar. Ela foi identificada pela Polícia Civil como Mariluce dos Santos Pinheiro. Vigilantes fizeram busca aos arredores da maternidade, mas não encontraram a suspeita.
Policiais do 8º Batalhão da Polícia Militar (BPM) rapidamente localizaram a suspeita em um shopping center próximo à maternidade, sem documentos de identificação. “Logo que soubemos, entramos em ronda e encontramos ao lado do Pop Center”, informou o cabo Chagas, do 8º BPM.
Na maternidade, a suspeita pelo rapto da criança deixou o nome falso. “Graças a Deus, a Polícia Militar com a Polícia Civil agiram rapidamente e essa criança está nos braços da mãe. Esses tipos de pessoas agem na calada da noite, iludindo e enganando as pessoas. O pior já passou”, afirmou à rádio Mirante AM o diretor da maternidade, André Oliveira
À PM-MA, a suspeita recusou-se a falar. Ela foi encaminhada ao 6º Distrito Policial (DP), da região do Cohab-Anil. À delegada Maria de Jesus a suspeita se limitou a dizer que queria levar a criança para criar. Imagens de câmeras de segurança da maternidade e de estabelecimentos vizinhos podem ajudar na investigação da Polícia Civil.
A criança foi devolvida à família, para realização de procedimentos na maternidade.
Em nota, a Secretaria de Estado da Saúde (SES) informou que a maternidade dispõe de segurança privada 24h e monitora ainda a entrada e saída de acompanhantes na recepção, e acrescenta que vai abrir sindicância para apurar as circunstâncias e sanção caso constatada alguma irregularidade nos procedimentos de rotina.
Leia a íntegra da nota enviada pela SES:

A Secretaria de Estado da Saúde (SES) informa que o referido bebê nascido na maternidade Marly Sarney já foi resgatado, após sequestro na manhã desta quinta-feira (2) por uma mulher que fingia ser acompanhante de uma paciente da unidade. A mulher, identificada como suspeita pelo crime, já foi presa e está no 6º Distrito Policial (DP) prestando esclarecimentos.

A SES esclarece que a maternidade dispõe de segurança privada 24h. A maternidade monitora ainda a entrada e saída de acompanhantes na recepção e conta com sistema de câmeras de segurança. A Secretaria acrescenta que abrirá sindicância para investigação das circunstâncias do caso e sanção, se constatada irregularidade nos procedimentos de rotina.
reportagem. Willame Policarpo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário