terça-feira, 14 de junho de 2016

GREVE DOS PROFESSORES DE SANTA LUZIA DO PARUÁ.

O que Produz a Intransigência e a falta de diálogo





Os Professores de Santa Luzia do Paruá, nesta terça feira e dia 14 de junho de 2016, interromperam o transito na BR 316, próximo ao centro da Cidade em protesto contra a falta de negociação e a intransigência da gestão da Prefeitura de Santa Luzia do Paruá com a categoria.



Completa exatamente três anos que a prefeitura de Santa Luzia do Paruá se nega a repassar para os professores do município os índices de reajustes repassados pelo governo Federal e que se destinam ao pagamento dos Professores. Os incrementos do Fundeb em Santa Luzia do Paruá, tem outros fins que não a educação, pois assistimos e enxergamos o sucateamento dos aparelhos e instrumentos dos colégios além da falta de conservação das Escolas do Município.



  Os Colégios de Santa Luzia do Paruá sofrem os efeitos da falta de vontade da Administração e não somente os Colégios mais alunos e Professores sofrem os efeitos desse descaso, pois em todos os colégios faltam merenda, aparelhos de ar condicionados e ou ventiladores para suavizar o clima nas salas de aulas. 


  Os Professores do município na tentativa de recomporem o poder aquisitivo dos seus vencimentos precarizados pela atual administração resolveram fechar a BR tentando sensibilizar a administração do município, entretanto somos obrigados a concluir que para a administração do nosso município o diálogo é coisa que não existe e que os recursos que chegam ao município e que tem fins determinados tem outros fins que não os aos quais se destinam.


  Esta é a principal pauta da reivindicação dos professores do município de Santa Luzia do Paruá, e que a administração finge que não vê e que os professores e a nossa comunidade sentem na própria pele.




Reportagem:  Willame policarpo                   

Nenhum comentário:

Postar um comentário