terça-feira, 21 de junho de 2016

Reflexões Sobre a Greve e o que dela se diz.


imagem de internet
Uma postagem do WHATSAPP, no Grupo do Sinproesemma, em que um professor questionava as explicações dadas para a impossibilidade da concessão dos percentuais de aumento requerido pelos professores e professoras do município atribuído, a uma fuga de mil alunos da rede publica para as escolas da rede privada me levam as seguintes reflexões.

            Algumas pessoas se sentem a ultima bolacha do pacote, e ou se acham  o dono da verdade e se apresenta como não tendo perdido nem uma greve aqui em Santa Luzia do Paruá como se a greve fosse única e exclusivamente o resultado de suas ações e inteligência; esquecendo-se este senhor que greve é um movimento coletivo e que por isso é decidida em uma assembleia, e que portanto as greves das quais ele participou teve o suor e as lagrimas de muitos que hoje ele chama de derrotados e sem efeitos nas vitórias do passado. Devemos isto sim afirmar que o governo anterior tinha compromissos com os alunos, com os Professores e com Santa Luzia do Paruá.

            Vejamos ou procuremos entender as explicações estapafúrdias que são dadas visando justificar ou dar explicações sobre a falta de capacidade da prefeitura em conceder o aumento ou o percentual pretendido pelos professores. Alega-se que a Prefeitura perdeu mais de mil alunos para as Escolas particulares, e procuramos aonde existem essas escolas que sejam capazes de absorver esses alunos aqui em nosso município e não as encontramos. 

            Podemos sugerir que à administração do município que procure outra explicação, pois esta não convence ninguém e o convencimento é algo necessário quando trabalhamos  com gente e especialmente quando existem recursos públicos e obrigações que são humanas e sociais. 

            Que tal os senhores explicarem que a população do município está decrescendo e consequentemente os alunos também, se isto fosse verdade, tai uma explicação que teria logica, se não atentássemos para um detalhe importante, pois assistimos diuturnamente o crescimento do numero de eleitores e a quantidade de bairros da cidade só cresce, e as construções e os aglomerados de residências estão a todo vapor. Outros municípios concedem percentuais maiores estando sujeitos às mesmas leis da estatística que se abatem sobre Santa Luzia do Paruá. Então mais uma explicação que imediatamente cai por terra.

            As explicações apresentadas até agora não convencem e são dadas por aqueles que não se preocupam e espancam a verdade e trituram a lógica, vamos, portanto senhores na busca de outras explicações quem sabe a de que ouve um decréscimo na quantidade de nascimentos, mais, entretanto isso não acontece de um momento para o outro, esse decréscimo é paulatino, não despenca assim de uma hora para a outra.
            Uma queda vertiginosa ou drástica como essa só pode ser explicada por uma tragédia grandiosa, eloquente tais como: um terremoto gigantesco, ou um tsunami e etc. e isso não aconteceu em nosso meio a não ser o terremoto politico que nos últimos anos se abateu sobre a administração do nosso munícipio, que tem devastado tudo o que temos inclusive nossas esperanças.
 



reportagem. Willame Policarpo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário