quinta-feira, 28 de julho de 2016

Além de estuprar, pastor transmite HIV para filha menor de idade

Um homem de 53 anos foi preso ontem, 27, por Policiais da Delegacia de Proteção a Criança e ao Adolescente (DPCA) acusado de abusar da própria filha, de 16. Ele encontrava-se foragido desde o inicio do mês.

O pai aproveitava da filha quando a mãe saia para o trabalho, ele ainda pedia para que os outros dois filhos se retirassem para que ele pudesse ficar sozinho com a adolescente.
A Policia Civil do DF informou que o pai é ex-pastor e portador do vírus HIV e que abusou da filha dos 7 aos 10 anos de idade. Logo mais tarde, quando ela tinha 14 anos os assédios voltaram porém a menina começou a se esquivar contra as atitudes do pai. Um dos irmãos revelou na polícia que a irmã confessou a atitude e que também estranhava as atitudes do pai quando a menina ainda era criança.
No mês de maio, a vítima conversou com uma amiga sobre o que vinha ocorrendo e a amiga a aconselhou revelar para a família. A mãe ficou sabendo sabendo no final do mês de maio e levou a adolescente para fazer os exames de imediato, onde ficou constatado que a mesma foi contaminada pelo vírus HIV.
A mãe procurou a polícia de imediato para registrar uma ocorrência. O pai fugiu da residência no mesmo dia.
Depoimento
O delegado Wisllei Salomão, disse que a vítima relatou que demorou a contar para a família pois o pai dizia que só a
a vítima demorou a relatar para a família, pois o homem contava que só a abusava porque a mãe não dava carinho suficientemente, e comprava o silêncio da vítima em troca de doces e balas. “A conduta dele é muito típica de quem pratica crimes de natureza sexual contra a criança, porque ele tentava imputar a culpa do ato dele em outras pessoas”, informou o delegado.
O homem é reincidente e já foi preso pelos crimes de roubo e estupro. Agora, responde por estupro de vulnerável e lesão corporal gravíssima, por saber que tinha HIV e transmitir a outras duas mulheres, além da filha. 

homem de 53 anos foi preso ontem, 27, por Policiais da Delegacia de Proteção a Criança e ao Adolescente (DPCA) acusado de abusar da própria filha, de 16. Ele encontrava-se foragido desde o inicio do mês.
O pai aproveitava da filha quando a mãe saia para o trabalho, ele ainda pedia para que os outros dois filhos se retirassem para que ele pudesse ficar sozinho com a adolescente.
A Policia Civil do DF informou que o pai é ex-pastor e portador do vírus HIV e que abusou da filha dos 7 aos 10 anos de idade. Logo mais tarde, quando ela tinha 14 anos os assédios voltaram porém a menina começou a se esquivar contra as atitudes do pai. Um dos irmãos revelou na polícia que a irmã confessou a atitude e que também estranhava as atitudes do pai quando a menina ainda era criança.
No mês de maio, a vítima conversou com uma amiga sobre o que vinha ocorrendo e a amiga a aconselhou revelar para a família. A mãe ficou sabendo sabendo no final do mês de maio e levou a adolescente para fazer os exames de imediato, onde ficou constatado que a mesma foi contaminada pelo vírus HIV.
A mãe procurou a polícia de imediato para registrar uma ocorrência. O pai fugiu da residência no mesmo dia.
Depoimento
O delegado Wisllei Salomão, disse que a vítima relatou que demorou a contar para a família pois o pai dizia que só a
a vítima demorou a relatar para a família, pois o homem contava que só a abusava porque a mãe não dava carinho suficientemente, e comprava o silêncio da vítima em troca de doces e balas. “A conduta dele é muito típica de quem pratica crimes de natureza sexual contra a criança, porque ele tentava imputar a culpa do ato dele em outras pessoas”, informou o delegado.
O homem é reincidente e já foi preso pelos crimes de roubo e estupro. Agora, responde por estupro de vulnerável e lesão corporal gravíssima, por saber que tinha HIV e transmitir a outras duas mulheres, além da filha.
Um homem de 53 anos foi preso ontem, 27, por Policiais da Delegacia de Proteção a Criança e ao Adolescente (DPCA) acusado de abusar da própria filha, de 16. Ele encontrava-se foragido desde o inicio do mês.
O pai aproveitava da filha quando a mãe saia para o trabalho, ele ainda pedia para que os outros dois filhos se retirassem para que ele pudesse ficar sozinho com a adolescente.
A Policia Civil do DF informou que o pai é ex-pastor e portador do vírus HIV e que abusou da filha dos 7 aos 10 anos de idade. Logo mais tarde, quando ela tinha 14 anos os assédios voltaram porém a menina começou a se esquivar contra as atitudes do pai. Um dos irmãos revelou na polícia que a irmã confessou a atitude e que também estranhava as atitudes do pai quando a menina ainda era criança.
No mês de maio, a vítima conversou com uma amiga sobre o que vinha ocorrendo e a amiga a aconselhou revelar para a família. A mãe ficou sabendo sabendo no final do mês de maio e levou a adolescente para fazer os exames de imediato, onde ficou constatado que a mesma foi contaminada pelo vírus HIV.
A mãe procurou a polícia de imediato para registrar uma ocorrência. O pai fugiu da residência no mesmo dia.
Depoimento
O delegado Wisllei Salomão, disse que a vítima relatou que demorou a contar para a família pois o pai dizia que só a
a vítima demorou a relatar para a família, pois o homem contava que só a abusava porque a mãe não dava carinho suficientemente, e comprava o silêncio da vítima em troca de doces e balas. “A conduta dele é muito típica de quem pratica crimes de natureza sexual contra a criança, porque ele tentava imputar a culpa do ato dele em outras pessoas”, informou o delegado.
O homem é reincidente e já foi preso pelos crimes de roubo e estupro. Agora, responde por estupro de vulnerável e lesão corporal gravíssima, por saber que tinha HIV e transmitir a outras duas mulheres, além da filha.
 Reportagem Willame Policarpo

Nenhum comentário:

Postar um comentário