domingo, 31 de julho de 2016

O risco de Lula ser preso

Enquanto Lula e o PT se preparavam para enfrentar decisões do juiz Sérgio Moro, o tiro partiu do juiz Ricardo Leite, de Brasília. O ex-presidente agora é réu, acusado de obstrução de Justiça. Se denúncia for acolhida na segunda instância, ele corre o risco de ser preso. Este é o grande temor entre petistas, algo que Lula já havia externado lá atrás, quando decidiu aceitar o convite de Dilma Rousseff para ser ministro.
A defesa de Lula estava atenta ao processo que corre em Brasília, tanto que recorreu quando o juiz Ricardo Leite foi designado para tratar do caso, alegando que a especialidade dele era lavagem de dinheiro.
 
A  acusação contra Lula era por suposta tentativa de obstrução de Justiça. Foi feita nova redistribuição do processo e, mais uma vez, escolhido o mesmo juiz Ricardo Leite.
 
A denúncia contra Lula, anunciada nesta sexta-feira, ocorre um dia depois de a defesa dele recorrer ao Conselho de Direitos Humanos da ONU contra o juiz Sérgio Moro, sob a alegação de que é vítima de perseguição do juiz. Com o acolhimento de denúncia feito pelo juiz Ricardo Leite, o argumento apresentado à ONU perde força.
 
Tudo isso ocorre no momento em que o ex-presidente decidiu percorrer o país para tentar animar o partido e ajudar candidatos petistas às prefeituras municipais depois da crise que abateu o partido e pode levar a presidente afastada, a petista Dilma Rousseff, a ter o mandato cassado. Nas últimas sete eleições, nacionais e municipais, Lula foi o principal cabo eleitoral do partido. Agora, terá de usar o tempo disponível para se defender.


blog do Willame policarpo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário