terça-feira, 3 de janeiro de 2017

No Mato Grosso do Sul, tem cidade que paga até 16º salário para professor; enquanto no Maranhão.

Apesar das dificuldades financeiras, existem cidades no Brasil que pagaram no ano passado todas as folhas do magistério, o 13º salário, o 14º, 15º e até o 16º. Como foi possível operar tal milagre? Usando bem o dinheiro do Fundeb e evitando o número de falta de professores. Aqui no Maranhão, nem pensar. Professores não receberam novembro, dezembro e muito menos o 13º.

Em Costa Rica, no Mato Grosso do Sul, os professores receberam vários abonos agora em dezembro passado. Além do 13º, 14º, 15º, 16º, mais a metade do 17º. Investir na Educação trará excelentes resultados.
Naquela cidade, nunca mais houve troca de professores por substitutos para não desorganizar a folha, além de evitar que o dinheiro do Fundeb fosse aplicado em outras finalidades.
Mas aqui no Maranhão os professores são abandonados, espezinhados e desrespeitados. Em diversas cidades, muitos paralisaram as atividades por falta de pagamentos, sendo que em boa parte foi preciso à intervenção da Justiça para receber salários.
REPORTAGEM  WILLAME  POLICARPO.
Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.


Nenhum comentário:

Postar um comentário