segunda-feira, 26 de junho de 2017

Foragido da Justiça e assaltante de banco troca tiros com a Polícia Civil e é morto em Zé Doca


Em continuidade ao combate aos crimes de arrombamento às instituições financeiras, a Polícia Civil do Maranhão por intermédio da Superintendência Estadual de Investigações criminais (SEIC), em diligências  na cidade de Zé Doca-MA, no sentido de recapturar o assaltante de banco e foragido do Complexo Penitenciário de Pedrinhas, José Nilson Rocha Durans, 33 anos, conhecido como “Nilsinho Pezão”. Na ação policial, iniciada na manhã deste domingo (25), ele trocou tiros com os policiais, foi alvejado e não resistiu aos ferimentos.


Durante a ação dos policiais da Seic na recaptura de José Nilson, o “Pezão”, os policiais da Superintendência de Homicídio e Proteção à Pessoa (SHPP) repassaram informações acerca do paradeiro do acusado. As informações apontavam na localização de que o “Nilsinho Pezão” estaria escondido no município de Zé Doca. De posse das informações e depois de realizada algumas diligências, fora possível localizar o esconderijo de Nilsinho. Realizado o cerco policial para a abordagem e prisão de Nilsinho, o acusado teria reagido de forma violenta e realizado disparos contra os policiais da SEIC.

Criminoso com extensa ficha criminal 

Durante a troca de tiros, Nilsinho Pezão acabou sendo baleado e imediatamente socorrido ao hospital local, onde não resistiu aos ferimentos e veio a óbito. Os policiais da SEIC apreenderam com o criminoso um revólver calibre 38. Consta contra Nilsinho Pezão, que ele possui uma extensa ficha criminal, por conta de roubo a banco nos Estados do Maranhão, Piauí e Tocantins. Consta também contra ele, a participação a um assalto ao Banco da Amazônia da Cidade de Pinheiro-MA, ocorrido no dia 13.06.2017. Nilsinho Pezão era também foragido do Complexo Penitenciário do Maranhão e do Piauí.

Da Ascom Segup


REPORTAGEM : WILLAME POLICARPO

Nenhum comentário:

Postar um comentário