quarta-feira, 6 de setembro de 2017

Pai tortura filho de 3 anos e coloca pimenta em partes íntimas da criança.

Imagem da criança de 3 anos que foi agredida.


Após ouvir gritos de uma criança, moradores da Favela Sururu de Capote, no bairro do Vergel do Lago, em Maceió, foram socorrer um menino de 3 anos que estaria sendo torturado pelo pai em um barraco na comunidade. O Conselho Tutelar denunciou o caso na manhã desta terça-feira (5).

Os vizinhos que resgataram o garoto ligaram para a mãe da vítima, que havia deixado o filho com o pai, Luciano da Silva, há oito dias. “Os vizinhos falaram que ele ia matar o menino enforcado com uma corda. Eles derrubaram o barraco dele e pegaram o aparelho celular. Foi então que conseguiram falar com a mãe do menino e ela foi até o local”, disse conselheira tutelar Valmênia Santos.

O pai e a madrasta, que também não teve o nome divulgado, fugiram do local. “A mãe mora no Benedito Bentes e disse que o pai levou a criança para passar o fim de semana, mas quando ela ligou para saber da demora ele pediu mais alguns dias”, falou. A criança foi encaminhada para o Hospital Geral do Estado (HGE), com marcas de agressão no corpo.

“A criança contou que apanhou com sandália, chapéu, corda e que o pai colocou pimenta em suas partes íntimas”, disse Valmênia. O Conselho Tutelar acompanhou a mãe e a criança para fazerem a denúncia na Delegacia de Crimes contra a Criança e o Adolescente nesta manhã. Segundo a conselheira, depois dos depoimentos, o menino deve ser levado ao Instituto de Medicina Legal (IML) para fazer exame de corpo de delito.



REPORTAGEM  WILLAME POLICARPO.

Nenhum comentário:

Postar um comentário