quinta-feira, 14 de setembro de 2017

Trabalhadores cearenses são resgatados de trabalho escravo no interior do Maranhão.

Trabalhadores estavam extraindo carnaúba para ser exportada para os Estados Unidos e China. O 'atravessador' foi localizado na operação.



Uma operação envolvendo agentes da Polícia Rodoviária Federal (PRF), Ministério Público Federal (MPF) e Ministério do Trabalho (MTE) resgatou 20 pessoas que estavam sendo submetidas a trabalho análogo à escravidão, no município de Vargem Grande, distante 195 km de São Luís.

As autoridades disseram que todos os trabalhadores são do Ceará e estavam trabalhando em condições desumanas para a extração de carnaúba. Todo material extraído tinha rota definida para os Estados Unidos e China.



Peixes foram encontrados armazenados no mesmo ambiente que se guardava comida para cavalo, assim como o local onde dormiam que era praticamente um estábulo. O dinheiro que recebiam, mal dava para bancar os gastos com alimentação.

Após a operação, as autoridades participantes da ação disseram que os vinte trabalhadores foram devidamente pagos e vão ter todos os direitos trabalhistas respeitados. Eles foram encaminhados de volta ao Ceará.

O responsável por trazer os homens do Ceará para o Maranhão foi localizado, mas o nome dele não foi divulgado.







REPORTAGEM  WILLAME POLICARPO.
DO G1 MARANHÃO.

Nenhum comentário:

Postar um comentário