terça-feira, 13 de março de 2018

BOMBA: A população precisa saber o que ela fez com o dinheiro dos servidores públicos.




A aplicação de um milhão e duzentos mil reais do SANTAPREV realizada pela ex-prefeita de Santa Luzia do Paruá no dia 26 de dezembro de 2016 do seu último ano de mandato, (restando apenas 4 dias para o final) em um fundo privado denominado TERRA NOVA com sede no Rio de Janeiro.

Segundo os extratos dos doze últimos meses demonstra que a rentabilidade do fundo de investimento não se equipara a outras aplicações do Instituto SANTAPREV, a exemplo da aplicação na CAIXA ECONÔMICA FEDERAL.

Isso porque no último mês de fevereiro a aplicação realizada pela ex-gestora no final do seu mandado obteve rentabilidade negativa, perdendo mais de $30 mil reais dos servidores públicos de Santa Luzia do Paruá.

Essa perda representa o que o fundo ganhou nos últimos cinco meses.

Por fim, cabe alertar que o dinheiro do servidor público de Santa Luzia do Paruá está correndo sério risco de perda, considerando que o fundo de investimento é privado e totalmente desvinculado de banco público, o que acarreta insegurança da aplicação, pois em caso de falência do fundo não há como garantir que o SANTAPREV será reembolsado.

Veja o extrato:

REPORTAGEM  WILLAME POLICARPO.

Nenhum comentário:

Postar um comentário