quinta-feira, 26 de abril de 2018

Enterrado lutador de jiu-jítsu assassinado durante briga de trânsito no Maranhão.


"Tiago Guma" tinha 28 anos e era faixa preta, sendo campeão por diversas vezes em competições profissionais.



Parentes, amigos e alunos de "Tiago Guma" estavam perplexos no enterro do lutador nesta quarta-feira (25), em São Domingos do Maranhão, a 387 quilômetros de São Luís. O suspeito de cometer o crime ainda não foi encontrado pela polícia.

"Todos nós estamos consternados. A verdade é que ele não matou só o 'Guma', mas matou parte da esperança da população de São Domingos", contou a administradora Adailda Bandeira.

Wellington Chaves, presidente da Federação Estadual de Jiu-jitsu, disse que Tiago era um exemplo de grande atleta.

"Nós estamos verdadeiramente sem acreditar no que aconteceu. Um campeão mundial, líder de projeto social, um atleta sem comparação.... vai fazer grande falta para todos nós", disse Wellington.

O caso

Um vídeo mostra o lutador discutindo com um homem às 7h18 da manhã de terça-feira (24). O suspeito sai de uma moto com o capacete na mão. Após luta corporal, Guma fica no chão e leva um tiro. Depois, o homem ainda atira nele outras duas vezes a queima roupa.

Segundo o delegado Otávio Chaves, o criminoso foi identificado como Wilcimar e é conhecido como 'Cimar' ou como 'negão. Ele também já teria cometido dois homicídios, um deles no estado do Pará, a impressão é de que Tiago parou o carro para brigar com o assassino, mas esse era o local que 'Guma' sempre parava para dar aulas em uma academia próxima, de acordo com a polícia.

“ele já desce com o capacete na mão e a arma na outra, dificultando qualquer chance de defesa. Lamentável também que, mesmo efetuado o primeiro disparo, ele ainda faz a execução", contou o delegado.



REPORTAGEM WILLAME POLICARPO.

Nenhum comentário:

Postar um comentário