RÁDIO TROPICAL FM 89,3

quinta-feira, 5 de abril de 2018

Laudo confirma agressão de Cabo Campos contra esposa.





O Laudo emitido pelo Instituto Médico Legal (IML) e obtido pelo Blog do Neto Ferreira, confirma a agressão física praticada pelo deputado estadual Cabo Campos (DEM) contra sua esposa Maria José Brandão Marques Campos, de 49 anos. O fato ocorreu no dia 4 de fevereiro, no bairro do Angelim, em São Luís e chegou a ser publicada pela reportagem.

No laudo (veja abaixo) já em poder da Delegacia Especial Da Mulher e do Poder Judiciário consta que foi identificada hematomas, quimose – mancha na pele, de coloração variável, produzida por extravasamento de sangue -, hematomas, (quimose) mancha na pele, de coloração variável, produzida por extravasamento de sangue -, e ferida contusa, causadas pela violência.

Cabo Campos foi enquadrado na Lei Maria da Penha e teve de se afastar da sua residência desde o dia 9 de fevereiro, por determinação do desembargador do Tribunal de Justiça do Maranhão (TJMA), José Luiz Almeida, relator do processo.

Em Boletim de Ocorreria feito na delegacia, a esposa do parlamentar diz que ainda foi chamada de piranha, cachorra e vagabunda. Diante disso, as Mulheres da CUT protestaram, deputadas repudiaram a agressão inclusive, a procuradora da Mulher, Valeira Macedo (PDT), pediu afastamento de Cabo Campos da Assembleia Legislativa pelo período de 60 dias

A reportagem procurou o deputado para se manifestar, mas não teve êxito.




REPORTAGEM WILLAME POLICARPO.

Nenhum comentário:

Postar um comentário