quarta-feira, 9 de maio de 2018

Santa Luzia do Paruá: Reunião entre CEMAR e Secretaria Municipal do Meio Ambiente.




No dia 04 de maio de 2018, aconteceu uma reunião entre a Secretaria Municipal de Meio Ambiente – SEMEA e a Companhia Energética do Maranhão – CEMAR, para tratar de assuntos referentes ás questões ambientais.


No encontro, estavam presentes e conforme documento em anexo:

DA SEMEA:

Willame Policarpo Pereira – Secretário Municipal de Meio Ambiente;
Manoel Matias da Paz – Secretário Adjunto;
Francisco Bezerra Silva – Engenheiro Agrônomo (diretor de programas e projetos;
José Carlos Paiva P. dos Santos – Assessor;


DA CEMAR:

Renato de Jesus Rodrigues – Analista Ambiental;
Hosana Santos – Consultora Comercial;
José Agnaldo C. Correia – Técnico Distribuição Jr.

Na reunião foram discutidos assuntos referentes ás questões ambientais, no que diz respeito ao corte e poda de árvores realizadas pela Companhia Energética do Maranhão – CEMAR.



     De início, foi debatido assunto referente ao corte de uma árvore Paineira Ceiba speciosa, dentro da área da fazenda Letícia Br. 316 próximo ao Paruá, segundo consta em arquivo auto de notificação e intimação No 011/2017 de 24 de agosto de 2017, que se refere à derrubada da árvore as margens da Br. 316 realizada pela CEMAR, e auto de notificação e intimação No 014/2017 de 31de agosto de 2017 em que o responsável pela propriedade não autorizou a derrubada da árvore Paineira “Ceiba speciosa”.

         Diante as circunstâncias, fica nesse primeiro encontro determinado o acordo Bipartite entre a SEMEA e CEMAR, onde ficou decidido que a partir desta data 04 de abril de 2017, toda atividade de poda de árvores realizadas pela CEMAR, deverá ser previamente comunicada a esta Secretaria Municipal de Meio Ambiente – SEMEA; Bem como todas as atividades de corte de árvores, antes de serem realizadas, desta secretaria será solicitada uma vistoria técnica para decidir se autoriza ou não o corte (supressão) da espécie arbórea que de pronto será realizada por técnicos da CEMAR, logo após pagamento dos encargos de acordo com a lei municipal NO 369/2013.


REPORTAGEM  WILLAME POLICARPO.

Nenhum comentário:

Postar um comentário