segunda-feira, 17 de setembro de 2018

PM morre após ser atropelado em bloqueio policial no Maranhão.


Na madrugada deste domingo (16), um policial militar, identificado apenas como Osias, morreu após ser atropelado na cidade de Urbano Santos.



Segundo informações policiais, o PM, que era lotado no 16º BPM de Chapadinha, estava realizando uma barreira policial na cidade de Urbano Santos, com o intuito de prender possíveis assaltantes que estavam atuando na região. Durante a operação, o PM foi atropelado por um veículo que furou o bloqueio policial.

O soldado ainda chegou a ser socorrido e encaminhado para São Luís, mas morreu durante a transferência para a capital maranhense.

Ainda de acordo com a polícia, o motorista do veículo envolvido no caso estava bêbado e foi preso horas depois do atropelamento. O homem foi identificado como Ediel de Sousa Silva e foi levado para a Delegacia de Chapadinha.

Em nota, a Superintendência de Polícia Civil do Interior (SPCI) informa detalhes do trágico acidente que vitimou o PM Osias de Oliveira.

Leia nota na íntegra:

A Superintendência de Polícia Civil do Interior (SPCI) informa que Ediel de Sousa Silva, de 40 anos, foi preso em flagrante na madrugada deste domingo (16), após furar barreira policial e atropelar dois militares, no município de Urbanos Santos. A ação do condutor do veículo (modelo Agile de cor branca) vitimou Luís Carlos e Osias de Oliveira Santos - ambos da corporação do 16º BPM de Chapadinha. Os policiais faziam parte da operação cujo objetivo era abordar veículos para identificar pessoas em posse de arma, drogas e suspeitas de cometer crimes na região.

Os dois PMs foram socorridos de imediato e encaminhados ao Hospital Municipal de Urbano Santos. O soldado Luís Carlos sofreu ferimentos leves, no entanto, Osias de Oliveira precisou ser encaminhado a São Luís para cuidados médicos especializados, mas não resistiu aos ferimentos e veio a óbito enquanto era deslocado para a capital.

Ediel de Sousa Silva está preso na Unidade Prisional de Ressocialização (UPR) de Chapadinha. O acusado responderá pelos crimes de embriaguez ao volante, dirigir sem habilitação, homicídio e tentativa de homicídio. O inquérito tramitará na Delegacia de Urbano Santos, onde o caso está sendo investigado.


REPORTAGEM  WILLAME POLICARPO.

Nenhum comentário:

Postar um comentário