sexta-feira, 19 de outubro de 2018

Pastor é condenado a 19 anos de prisão por matar professor em Imperatriz.



O pastor Roberval Serejo foi condenado por homicídio qualificado à pena de 19 anos e três meses de prisão a ser cumprida em regime fechado. A sessão de Júri Popular aconteceu na quarta-feira (17), no Fórum da comarca de Imperatriz.

De acordo com o Ministério Público Estadual, Roberval assassinou com uma faca o professor Raimundo Conceição da Silva, que teria descoberto um relacionamento amoroso da sua esposa com o pastor. O caso ocorreu no dia 31 de dezembro de 2016.

Professor Raimundo Silva


Segundo o Ministério Público, o professor Raimundo Conceição da Silva foi morto após descobrir um relacionamento amoroso entre sua esposa e o pastor Roberval.

O pastor e o professor faziam parte de uma mesma igreja evangélica da região. Após descobrir uma suposta traição, o professor teria ameaçado denunciar o pastor para o Conselho da igreja, o que teria motivado o crime. O corpo de Raimundo Conceição foi encontrado dentro do próprio carro, na periferia da cidade de Imperatriz.



A defesa de Roberval alegou a tese de legítima defesa, que não foi aceita pelo Conselho de Sentença, que reconheceu a autoria e materialidade do fato e a letalidade das lesões sofridas pela vítima. Ao fixar a pena, o juiz Adolfo Pires da Fonseca negou a Roberval o direito de recorrer em liberdade, entendendo a presença de requisitos para manutenção da prisão


REPORTAGEM  WILLAME POLICARPO.

Nenhum comentário:

Postar um comentário