segunda-feira, 5 de novembro de 2018

Deslizamento de dejetos em mineradora deixa comunidade isolada em Godofredo Viana.




Dejetos de mineração interditaram a única via de acesso ao Povoado Aurizona, em Godofredo Viana, a 209 km de São Luís. De acordo com testemunhas, o caso aconteceu na manhã deste domingo (4) após um deslizamento na área da Mineradora Aurizona.



A empresa informou que os dejetos não são tóxicos e se tratam 'apenas de terra'. A empresa também disse que vai investigar, mas não informou as causas para o deslizamento.

"O material que deslizou era oriundo de uma estrutura que existe em mineração que se chama 'pilha de estéril', que é um material que vai sendo acumulado ao longo do tempo e fazendo uma formação montanhosa", afirmou o gerente de responsabilidade da Mineração Aurizona, Jauner Torquato.

Nota da Mineradora Aurizona sobre o deslizamento de dejetos em Godofredo Viana — Foto: Mineradora Aurizona.


A Mineradora Aurizona trabalha com extração de ouro em um empreendimento chamado 'Mina do Piaba' em Godofredo Viana. No entanto, a empresa diz que atualmente não realiza produção do ouro. Desde 2017, segundo a empresa, o trabalho é de construção de uma planta metalúrgica e lavra mineral, que é a retirada do minério e estocagem.

Na tarde deste domingo (4), moradores já registravam o trabalho de retroescavadeiras na retirada dos dejetos para a desobstrução da via que liga o Povoado Aurizona à sede de Godofredo Viana.

Retroescavadeira trabalha na desobstrução da via que leva ao Povoado Aurizona, em Godofredo Viana.



REPORTAGEM  WILLAME POLICARPO.

Nenhum comentário:

Postar um comentário