RÁDIO TROPICAL FM 89,3

sexta-feira, 29 de março de 2019

Operação prende mulheres acusadas de tráfico de drogas e assaltos no Maranhão e Piauí

A Polícia Civil do Piauí, por meio da Divisão de Captura -Dicap, desencadeou nas primeiras horas desta sexta-feira (29), a Operação “Águas de Março “, que visa dar cumprimento a 10 mandados de prisões nos estados do Piauí, nas cidades de Teresina e Joaquim Pires, e em Timon, no Maranhão.
Todos os mandados tem como alvo pessoas do sexo feminina que praticaram crimes de tráfico de drogas, roubo majorado e lesão corporal de natureza grave.
Até o momento, oito mulheres já foram presas. O delegado Willame Moraes, coordenador da Dicap, deu detalhes sobre a operação. Ele afirmou que entre as presas estão Sandra Maria da Silva, 43 anos e Michele Theyla da Silva, 25 anos, sendo mãe e filha, acusadas de tráfico de drogas.
“Estamos colocando o fim ao ciclo de atividades criminosas dessas mulheres, juntamente com o verão, por isso o nome da operação, que é o fim de uma estação do ano. São 10 mandados de operação contra essas mulheres que cometeram crimes graves como tráfico de drogas, roubo majorado, que é aquele roubo praticado mediante violência, ou seja, são crimes que afetam bastante a sociedade. Nós temos um caso, onde mãe e filha foram presas pelo crime de tráfico de drogas e cada uma pegaram sete anos de cadeia”, afirmou.
Confira a lista com o nome das presas:
1. Fernanda de Lima, (Condenada a 07 anos e 04 meses e 26 dias de prisão, Art.157);
2. Kaysa Evyla do Carmo Sousa, (Condenada a 07 anos a 05 meses de prisão, Art.157);
3. Maria Auxiliadora do Nascimento Silva, (Mandado de prisão preventiva, Art. 129).
4. Antonia Alves do Rêgo, tráfico de entorpecentes;
5. Jaciara Maria da Silva Sousa, (Condenada a 05 anos e 10 meses de prisão);
6. Sonia Maria da Conceição Sousa, prisão preventiva, Art. 155;
7. Sandra Maria da Silva, (Condenada a 07 anos e 02 meses de prisão);
8. Michele Theyla Silva Oliveira, (Condenada a 07 anos e 02 meses de prisão);
A operação conta com o auxílio da Delegacia Regional de Timon, Greco, DOE, 25 DP e da Força Tarefa da SSP.
O nome da Operação “Aguas de Março “ refere-se ao fechamento de uma “Estação “, um ciclo ou uma etapa, pois assim como as Águas de Março fecham o Verão, no caso específico da Operação, fecha-se o ciclo das ações criminosas dessas mulheres.


Reportagem:Willame Policarpo

Nenhum comentário:

Postar um comentário