RÁDIO TROPICAL FM 89,3

segunda-feira, 14 de outubro de 2019

12 pontos já foram atingidos por manchas de óleo no Maranhão


O estado do Maranhão possui 12 Pontos atingidos por manchas de óleo. Nessa sexta-feira, 11, São Luís, foi incluída na lista do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente (IBAMA), por conta da poluição registrada na Reserva Extrativista (Resex) em Cururupu, a 157 km da capital maranhense.
De acordo com Instituto Brasileiro de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), sobe para dois o número de unidades de conservação da natureza atingidas pela poluição no estado. Outros pontos de poluição também foram registrados, como nas regiões dos Lençóis Maranhenses, nos municípios de Santo Amaro do Maranhão, Barreirinhas e Araioses.
Já em relação aos animais afetados pela substância, no município de Alcântara, uma tartaruga foi encontrada por banhistas na Praia de Itatinga completamente coberta de óleo, foi tratada e devolvida ao mar. Em Araioses, uma outra tartaruga foi encontrada morta.
Mais de 4 mil pessoas que vivem na região são ameaçadas pela poluição, além disso, prejudica o trabalho da pesca e também podem afetar a vida de animais marinhos, como o mamífero peixe-boi que pertence a lista de espécies ameaçadas.
A reserva possui 185 mil hectares, além de ser formada por 15 ilhas. Ela foi restringida em 2004 para conservar os modos de vida da população tradicional e garantir o uso sustentável dos recursos.
A presença do óleo representa um risco à biodiversidade da reserva. Mais de 90% dos manguezais da cidade de Cururupu estão preservados. Todo esse risco é prejudicial ao meio ambiente já que na prática é impossível retirar as manchas de óleo do manguezal.
Fonte :o impacial
Reportagem : Willame Policarpo

Nenhum comentário:

Postar um comentário