RÁDIO TROPICAL FM 89,3

quinta-feira, 19 de dezembro de 2019

17 JOVENS DESMAIAM DURANTE GINCANA EM ESCOLA NA COHAB, EM SÃO LUÍS


17 jovens desmaiaram, na tarde de quarta-feira (17), durante do terceiro dia de uma gincana no Centro de Ensino Almirante Tamandaré, no bairro Cohab, em São Luís. Segundo informações que circularam em grupos de WhatsApp, eles teriam passado mal após a inalação de uma fumaça.

Conselheiros tutelares, que estiveram no Socorrinho do Cohatrac, para onde os jovens foram levados, disseram que os médicos descartaram os desmaios por intoxicação alimentar ou inalação de fumaça.

“Pelas informações, ao perceberem que iriam perder os jovens tiveram um colapso emocional, com desmaios e choro. Eles estão bem e já tiveram alta”, diz um dos conselheiros.

Em nota, a Seduc diz que alguém que ainda não foi identificado estourou um sinalizador, causando tumulto e levando vários estudantes a passar mal. Acrescentar que equipes estiveram no local dando todo o suporte às vitimas e acompanhando a apuração da situação junto às autoridades, a fim de compreender o ocorrido e tomar as medidas cabíveis no âmbito administrativo e pedagógico, assim que for identificada a responsabilidade dos fatos.

Confira a íntegra da nota

A Secretaria de Estado da Educação (Seduc) informa que na tarde desta quarta-feira (18) a comunidade escolar do Centro Educa Mais Almirante Tamandaré, escola da rede pública estadual localizada no bairro da Cohab, estava realizando uma Gincana, quando, ao final, alguém que ainda não foi identificado estourou um sinalizador, causando tumulto e levando vários estudantes a passar mal.

A Seduc esclarece que o Samu e o Corpo de Bombeiros foram imediatamente acionados, para prestar socorro às vitimas. Ao todo, 17 estudantes foram levados ao pronto-socorro e já foram liberados, após atendimento.

Por fim, a Seduc informa que equipes da Secretaria estiveram no local dando todo o suporte às vitimas e acompanhando a apuração da situação junto às autoridades, a fim de compreender o ocorrido e tomar as medidas cabíveis no âmbito administrativo e pedagógico, assim que for identificada a responsabilidade dos fatos.


Reportagem :
Willame Policarpo
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário