RÁDIO TROPICAL FM 89,3

https://cantador.app:9160/live

quinta-feira, 12 de dezembro de 2019

Flávio Dino diz que agressão de Bolsonaro a Greta Thunberg se dirige a toda juventude

O presidente Jair Bolsonaro criticou nesta terça-feira (10) o espaço dado pela opinião pública à sueca Greta Thunberg, que tem ganhado destaque mundial na luta contra os efeitos das mudanças climáticas.
Na entrada do Palácio do Alvorada, Bolsonaro chamou a jovem ativista de “pirralha” ao ser questionado sobre o assassinato de dois indígenas da etnia guajajara no sábado (7), no Maranhão.

A garota disse que as populações indígenas têm sido mortas no Brasil por proteger a floresta amazônica. Desde 2013, os guajajaras atuam para a repressão a crimes ambientais, em um grupo chamado “Guardiões da Floresta”.
“Qual o nome daquela menina lá? De fora, lá? Greta. A Greta já falou que os índios morreram porque estavam defendendo a Amazônia. É impressionante a imprensa dar espaço para uma pirralha dessa aí. Pirralha”, disse Bolsonaro.
Após a crítica de Bolsonaro, a palavra “pirralha” foi inserida na descrição do perfil oficial de Greta nas redes sociais. Em agosto, a conta da ativista também foi alterada em uma resposta ao presidente dos Estados Unidos, Donald Trump.
O governador do Maranhão, Flávio Dino, criticou a atitude de Bolsonaro. “Cabe ao líder de uma Nação respeitar e estimular o exercício da cidadania por parte dos jovens. A agressão desnecessária contra a jovem Greta acaba por se dirigir contra toda a juventude. Neste caso, mais um recuo seria adequado”, afirmou.
Reportagem : Willame Policarpo 

Nenhum comentário:

Postar um comentário