RÁDIO TROPICAL FM 89,3

https://cantador.app:9160/live

quarta-feira, 8 de janeiro de 2020

Governo Bolsonaro embarga obra da extensão de Litorânea para perseguir Flávio Dino


O governo Bolsonaro mostrou suas garras para perseguir o governo Flávio Dino e pode prejudicar muito os moradores da Ilha com a paralisação de uma das obras mais importantes do governo do estado. A Secretaria de Patrimônio da União no Maranhão (SPU/MA), controlada pelo ex-pré-candidato a governador Coronel Monteiro, divulgou que houve um embargo na obra extensão da Litorânea.
De acordo com a Secretaria, a obra foi embargada porque a licença para continuidade dos serviços expirou. Tanto a extensão da Litorânea quanto as obras do BRT podem sofrer atrasos por conta deste embargo da SPU. Vale a pena ressaltar, que todas as obras feitas na costa de São Luís e de todo o Maranhão dependem de autorização do Governo Federal.
Com a obra sendo executada, já existe um grande transtorno para todos que passam pela avenida dos Holandeses na altura do Araçagy. Imagine se a obra ficar parada com embargo, por quanto tempo as pessoas terão que ficar naquela situação.
A SPU também embargou a construção de um estacionamento público ao lado do Terminal da Praia Grande, na Avenida Beira-Mar no Centro de São Luís. De acordo com a Secretaria, o problema se deu porque o pedido de autorização da terra da União dizia que o estacionamento seria público e o estacionamento se tornou privativo e foram colocadas catracas para cobrar os valores dos carros, o que não teria sido informado a SPU, com isso a Secretaria decidiu embargar a obra até que a situação seja regularizada.
Como se vê, as alegações são de filigranas sem nenhum impacto relevante, apenas para paralisar as obras e prejudicar o governo estadual, consequentemente a população.
Reportagem : Willame Policarpo 

Nenhum comentário:

Postar um comentário