RÁDIO TROPICAL FM 89,3

https://cantador.app:9160/live

quarta-feira, 20 de maio de 2020

Partidos pedem cassação do mandato de Flavio Bolsonaro no Senado

PT, PSOL e Rede Sustentabilidade ingressaram na noite desta 2ª feira (18.mai) com uma representação no Conselho de Ética do Senado contra o senador Flavio Bolsonaro (Republicanos-RJ). Eles pedem a cassação do mandato do senador.
O filho do presidente Jair Bolsonaro foi citado pelo empresário Paulo Marinho, em entrevista à Folha de S.Paulo, sobre o suposto vazamento de uma operação da Polícia Federal. Marinho disse que a realização da operação Furna da Onça, em outubro de 2018, foi antecipada a Flavio.
As legendas pedem que o senador seja afastado do cargo de secretário da Mesa do Senado enquanto durar o processo no Conselho de Ética.
Estão cada vez mais evidentes as ações no atual momento em que a família Bolsonaro visa intervir para obstruir o trabalho dos órgãos do sistema de Justiça, em investigações que estejam em curso no estado do Rio de Janeiro ou outros que possam afetar interesses seu, de sua família ou de aliados”, afirmaram os partidos à Folha de S.Paulo.
Eles pedem que a denúncia seja adita a outra sobre quebra de decoro parlamentar, protocolada pelos partidos em 19 de fevereiro e que segue aguardando análise da advocacia-geral do Senado.
As atividades do Conselho de Ética do Senado estão paradas desde setembro de 2017, quando foi analisada ação por suposta quebra de decoro parlamentar contra o então senado Lindbergh Farias (PT-RJ).
Na atual legislatura, o conselho só se reuniu na posse do colegiado, em 25 de setembro de 2019.

MPF ABRIU INVESTIGAÇÃO: 



O MPF-RJ (Ministério Público Federal no Rio de Janeiro) abriu investigação na 2ª feira (18.mai.2020) sobre possível vazamento da operação Furna da Onça para o senador Flavio Bolsonaro, em 2018.

Reportagem : Willame Policarpo 

Nenhum comentário:

Postar um comentário