RÁDIO TROPICAL FM 89,3

https://cantador.app:9160/live

sexta-feira, 25 de setembro de 2020

Líder da facção Bonde dos 40 é solto e rompe tornozeleira eletrônica em menos de 24h

Desembargador Pedro de Alcântara manda soltar líder da facção Bonde dos 40.


Um homem apontado como líder da facção criminosa conhecida como 'Bonde dos 40', preso no dia 16 de setembro em Teresina, foi posto em liberdade seis dias depois. A Justiça determinou que ele fosse monitorado, mas segundo a Secretaria de Justiça, ele rompeu a tornozeleira eletrônica minutos depois de sair da Cadeia Pública de Altos.

Laércio Augusto Dias, de 22 anos, foi preso com a namorada durante uma operação das polícias do Piauí e do Maranhão na semana passada. O suspeito foi preso em flagrante em um condomínio na Zona Sudeste de Teresina. Com o casal foram apreendidos uma arma de fogo, cerca de R$ 30 mil e um automóvel.

Ainda na operação, os policiais cumpriram um mandado de prisão contra o Laércio pelos crimes de tráfico de drogas e posse ilegal de arma de fogo, expedido pela Justiça de Timon (MA). 

Na decisão do pedido de habeas corpus, o desembargador Pedro de Alcântara, do Tribunal de Justiça do Piauí, entendeu que a posse ilegal da arma de fogo que foi apreendida durante a prisão de Laércio não era fundamento suficiente para a prisão preventiva.

O Ministério Público havia se manifestado em favor da conversão da prisão em medidas cautelares.

Segundo a Sejus, Laércio estava na Cadeia Pública de Altos e foi posto em liberdade nessa terça-feira (22) por um habeas corpus e com a determinação judicial para o uso de tornozeleira eletrônica.

No entanto, minutos depois da sua soltura, o sistema de monitoramento eletrônico identificou que ele havia rompido o aparelho e agora é considerado foragido.

Leia abaixo a nota da Secretaria de Justiça: A Secretaria de Estado da Justiça informa que a soltura do preso Laércio Augusto Oliveira Dias, ocorrida nessa terça-feira (22), deu-se mediante alvará de soltura expedido pelo Tribunal de Justiça do Piauí.

 

A soltura se deu após uma certidão do Judiciário ser emitida à unidade penal, declarando que o preso não teria nenhum mandado de prisão em aberto. Após a soltura, mediante uso de tornozeleira eletrônica, o preso rompeu o aparelho e se encontra, até o momento, foragido.


Reportagem : Willame Policarpo 

Nenhum comentário:

Postar um comentário