RÁDIO TROPICAL FM 89,3

https://cantador.app:9160/live

terça-feira, 24 de novembro de 2020

CARREFOUR É RESPONSAVEL POR MAIS UM ASSASINATO COVARDE

O assassinato covarde do cidadão João Alberto Silveira Freitas no Supermercado Carrefour do bairro Passo D’ Areia, em Porto Alegre/RS soma-se a outros tragédias que vitimaram cidadãos inocentes dentro destes estabelecimentos, em sua maioria negros e, na visão deles (empregadores), suspeitos.

O Carrefour é o principal responsável por estes crimes, uma vez que contrata serviços de segurança legais e ilegais apenas para proteger a mercadoria, nunca as pessoas. 

Diferente de outros setores da economia, onde a luta dos trabalhadores fez os empregadores priorizarem a política de segurança para a proteção das pessoas (funcionários e clientes) e não de dinheiro e mercadorias (bancos é um exemplo), no setor de supermercados a segurança ou a proteção continua sendo tão somente da mercadoria.

Daí vem as tragédias, como a de ontem (19).As grandes redes de supermercados escalam uns poucos vigilantes empregados de empresas autorizadas pela Policia Federal- PF. Tudo para aparentar alguma proteção.

Mas, por outro lado, utiliza um outro contingente, maior inclusive, de policiais de folga, sem autorização da PF, que realizam o serviço sujo de abordagens ilegais, agressões e assassinatos.

Os vigilantes são preparados e qualificados para proteger vidas em primeiro lugar. Mas, aqui ou acolá, recebem orientações e são envolvidos num ambiente de violência e agressões que resultam em tragédias.

A nota do Carrefour, como sempre, busca eximir-se de culpa e responsabilizar somente os trabalhadores. Foi assim com um trabalhador rodoviário agredido em junho no Atacadão em Salvador, com um cidadão e depois com um cão no Carrefour Osasco, com um cliente no Extra no Rio de Janeiro, entre muitos outros casos.

Os vigilantes, seus Sindicatos, Federações e a Confederação Nacional dos Trabalhadores Vigilantes – CNTV repudia o assassinato do cidadão João Alberto, manifesta sua solidariedade a todos as pessoas negras vítimas da violência e cobra das autoridades que responsabilizem o Carrefour pelo historio de agressões e violência.

Fonte : Chico Vigilante 

Reportagem : Willame Policarpo

Nenhum comentário:

Postar um comentário