RÁDIO TROPICAL FM 89,3

https://cantador.app:9160/live

segunda-feira, 26 de abril de 2021

Maranhão já aplicou 1 milhão de doses da vacina contra Covid-19

O estado recebeu, até o momento, 1,5 milhão de doses, distribuídas aos 217 municípios e imunizando os públicos determinados pela campanha. 


Maranhão já alcançou 1 milhão de doses da vacina contra Covid-19 aplicadas. O estado recebeu, até o momento, 1,5 milhão de doses, distribuídas aos 217 municípios e imunizando os públicos determinados pela campanha. A divulgação foi feita pelo governador Flávio Dino, em coletiva à imprensa, nesta sexta-feira (23), no Palácio dos Leões. O governador destacou ainda o cenário da pandemia no estado e as novas medidas de combate à doença. 


A marca de 1 milhão de doses aplicadas se reflete no número de cidades com imunização acima de 70% – que passou de 121 para 168, em uma semana. Na próxima semana, novas doses serão distribuídas aos municípios que alcançarem 75% de aplicação; e na semana seguinte, mais doses aos que chegarem a 80% ou mais de aplicação. Os dados devem estar lançados no sistema do Ministério da Saúde. “Esse número merece ser objeto de destaque e agradecemos ao trabalho conjunto do Governo com as equipes municipais. O efeito foi positivo e o trabalho vai continuar”, frisou o governador Flávio Dino. 


Sobre a compra da vacina russa Sputnik V, o Governo do Estado aguarda o fim do prazo estipulado pelo Superior Tribunal Federal (STF) para definição da Agência Nacional de Vigilância (Anvisa). O prazo encerra dia 28 de abril e a Anvisa recorreu para ampliar a data. O Governo do Maranhão, por sua vez, se manifestou pela manutenção do prazo. 


Medidas restritivas 


Estão mantidas as medidas de restrição em vigor, até dia 2 de maio, anunciou Flávio Dino. Em todo o estado, eventos continuam suspensos; escolas públicas manterão aulas na modalidade online e escolas privadas no modelo híbrido (online e presencial); a administração pública funciona com 50% da capacidade em regime de revezamento; e igrejas, com 50% da capacidade. 


Na Ilha de São Luís, comércio e indústria podem funcionar entre 9h e 21h; bares e restaurantes, até às 22h; supermercados, das 6h às 0h. Quanto à capacidade, supermercados, academias e salões devem funcionar com 50%. Pessoas do grupo de risco devem estar afastadas dos setores públicos e privados. 

 

Reportagem : Willame Policarpo

Nenhum comentário:

Postar um comentário